VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Quero ser motorista

Passo a passo: prepare-se para se tornar um motorista de aplicativo

Hoje em dia, muitas pessoas estão descobrindo novas maneiras de trabalhar por conta própria, aumentar os ganhos e conquistar a independência financeira. Entre as muitas opções de economia compartilhada, os aplicativos de transporte estão ganhando espaço e se mostrando uma excelente oportunidade. Mas você sabe o que fazer pra se tornar um motorista e ganhar dinheiro no seu tempo integral ou nas horas vagas?

Pois é sobre isso que vamos falar hoje. Então, se você tem interesse em se cadastrar em um desses aplicativos pra motoristas e ver a sua renda aumentar, fique ligado no nosso passo a passo. Acompanhe!

Critérios pra se tornar um motorista de aplicativo

Como você sabe, esse tipo de empresa precisa conquistar a confiança dos passageiros. Só existe um jeito de fazer isso: criando regras pra tornar o serviço extremamente seguro e garantir também o conforto dos usuários.

É por isso que essas empresas estabelecem alguns critérios. Veja quais são os mais comuns e descubra se já está pronto pra se candidatar ou se precisa providenciar algum item. Confira!

1. Tipo de habilitação 

Vale lembrar que um motorista de aplicativo não dirige apenas para ele mesmo. Mesmo que seja um carro exatamente igual aos outros veículos, ele transporta outras pessoas (terceiros) e serve para uma atividade remunerada.

Por isso, a habilitação do condutor deve ser específica para esses casos. Ela precisa ter uma observação declarando que o condutor a utiliza pra exercer atividade remunerada (EAR).

Conseguir essa permissão é simples. É só ir até o Poupatempo ou Detran mais próximo e se informar sobre os procedimentos. Eles vão dizer o que você precisa fazer pra passar pelo exame psicológico e o como tirar a nova CNH.

2. Tipo e tempo de uso do carro

Nesse ponto, as empresas avaliam dois aspectos muito importantes: a segurança do carro e o conforto que ele pode oferecer aos clientes da empresa. Por isso, ela cria um limite máximo de tempo de uso do veículo.

Em média, os aplicativos exigem que eles tenham no máximo 5 anos de uso. Esse número pode até variar de acordo com a região, mas essas empresas entendem que esse é o prazo ideal.

Esse é um limite razoável, que garante que os passageiros vão andar em veículos em boas condições e enfrentarão um risco menor de problemas mecânicos durante a corrida.

Além disso, o carro precisa ser de uso particular — ou seja, ele tem a placa cinza. Ele também precisa ter quatro portas, ar-condicionado e estar em bom estado de conservação.

3. Idade exigida e perfil do motorista

Apesar de os órgãos de trânsito exigirem uma idade mínima de 18 anos pra que uma pessoa consiga a carteira de habilitação, os aplicativos pra motoristas podem ser um pouco mais exigentes. Algumas empresas só aceitam condutores com mais de 21 anos.

Mas, pra se tornar um motorista, é preciso ter mais do que a idade mínima. Essa é uma profissão em que se deve lidar com gente o dia inteiro, e sabemos que existem pessoas completamente diferentes umas das outras. Além disso, há toda aquela tensão comum no trânsito das grandes cidades.

Por isso, os motoristas de aplicativos precisam ser amigáveis. Eles devem ter habilidade para o atendimento ao cliente e um bom jogo de cintura pra enfrentar situações estressantes com gentileza e bom humor.

4. Seguro de Acidentes Pessoais de Passageiro

A empresa e os motoristas costumam fazer tudo o que é possível pra evitar acidentes. Porém, esse tipo de situação infelizmente pode acontecer, trazendo consequências sérias e desagradáveis para o condutor e os passageiros.

Por isso, empresas realmente sérias exigem que o motorista contrate um Seguro de Acidentes Pessoais de Passageiro. A cobertura mínima solicitada é de 50 mil reais por passageiro.

Pra contratar o serviço, o motorista tem total liberdade. Ele pode escolher a seguradora de sua preferência e o aplicativo não limita ou exige que ele faça essa parceria com uma ou outra empresa específica.

5. Documentos necessários

Gostou do que leu até agora? Percebeu que você pode se tornar um motorista, trabalhar por conta própria e aumentar seus ganhos? Então, que tal começar a preparar a papelada?

E olhe, aí tem outra vantagem: essa “papelada” nem é tão grande assim. Algumas empresas exigem apenas:

Só lembrando: é lógico que também é preciso apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que nós já comentamos no primeiro item.

6. Adequação à Resolução 16

Se, além disso, você mora ou pretende trabalhar na cidade de São Paulo, existe um novo conjunto de normas às quais é preciso se adaptar — a Resolução 16. Ela prevê um cadastramento de motoristas e de veículos.

Preparamos um resumo sobre esses registros, que você pode conferir abaixo:

CONDUAPP

Trata-se do Cadastro Municipal de Condutores. Ele funciona como um número de registro que o Departamento de Transportes Públicos (DTP) vai emitir pra manter um cadastro dos motoristas de aplicativos que dirigem aqui na capital.

O processo de registro é todinho online e, dependendo do aplicativo em que você for trabalhar, eles mesmos já usam os dados do seu cadastro na empresa para comunicá-los ao DTP.

Além disso, a prefeitura exige que você faça um curso pra condutores. Mais uma vez, você pode escolher onde fazer esse treinamento obrigatório, com carga mínima de 16 horas.

No entanto, mais uma vez, existem aplicativos que já se prepararam e estão oferecendo esse curso aos seus motoristas. Eles inclusive arcam com todas as despesas do treinamento.

É importante que, ao fazer um curso, você sempre guarde documentos de inscrição, comprovantes e certificados de conclusão. Essas informações serão necessárias pra conseguir o seu CONDUAPP.

CSVAPP

Além do cadastro de condutores, o DTP também vai criar um sistema pra fiscalizar os carros utilizados nos serviços de aplicativos e garantir sua segurança.

Para isso, você vai precisar levar o carro para uma inspeção em oficinas credenciadas pelo DTP. Todo o procedimento deve checar os itens que constam no formulário disponibilizado no Anexo VII, da portaria 224/2017.

Depois desse procedimento, você vai receber uma declaração de inspeção do veículo. Ela deve seguir um modelo já previsto na legislação e ser assinada pela oficina que realizou o serviço.

A Resolução 16 estabelece ainda outras regras:

Entendeu o que você precisa pra se tornar um motorista de aplicativo? Ainda ficou com alguma dúvida em relação a essas normas para o município de São Paulo? Não se preocupe! Fizemos um guia completo sobre a Resolução 16 pra responder todas as suas perguntas. Continue no blog e confira!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio