VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Dicas

App de motorista: 8 motivos para não usar mais de um ao mesmo tempo

Investir em uma nova carreira, seja pra fazer uma graninha extra ou lidar com o desemprego, pode ser uma alternativa interessante e bastante lucrativa. Trabalhar como motorista particular de passageiros é uma forma prática de atingir esses objetivos. Só que quem está pesquisando o mercado já percebeu que existem diversas empresas oferecendo o serviço e você se pergunta: vale a pena usar mais de um app de motorista?

Neste artigo, você vai descobrir quais as vantagens de adotar apenas um aplicativo e tirar todas as dúvidas para escolher a melhor solução. Vamos juntos entender por que a fidelidade é uma ótima ideia? Continue a leitura!

Vale a pena trabalhar como motorista de aplicativo?

Antigamente, um cliente tinha poucas opções de transporte: ou optava pelos meios públicos (ônibus, trens, metrô), ou saía em busca de um táxi. Só que, dependendo do lugar e do horário, era uma missão praticamente impossível — além de bastante cara, era difícil conseguir um carro. Isso sem mencionar o inconveniente do pagamento (apenas dinheiro).

Hoje, com a facilidade dos dispositivos móveis (smartphones, tablets) e uma rede de internet móvel cada vez melhor, surgiram alternativas econômicas e funcionais. O resultado? Uma verdadeira revolução! Empresas já notaram como os apps podem gerar uma economia significativa e as pessoas abraçaram a praticidade do novo formato.

Com isso, o ramo dos motoristas de aplicativos está em expansão e a demanda por novos profissionais cresce em ritmo acelerado. O resultado? Mais vagas e oportunidades de trabalho pra quem — como você — quer incrementar a renda pessoal ou familiar.

Por isso, se você anda considerando essa possibilidade, fica a resposta: vale MUITO a pena trabalhar com o transporte particular de passageiros!

Por que trabalhar com apenas um aplicativo?

Você deve estar animado com a perspectiva de conseguir muitas corridas e ganhar dinheiro. Afinal de contas, pra quê trabalhar se não for para conquistar ou manter uma alta qualidade de vida?

A primeira ideia que deve passar pela cabeça é se inscrever em todos os aplicativos possíveis e imagináveis para, assim, conseguir maximizar os resultados, certo? Mas tenha calma antes de começar esses processos, pois pode ser um tiro no pé.

Embora seja bastante tentador e parecer a escolha óbvia, a realidade pode não ser assim tão doce. Quer saber por quê? Confira a lista abaixo:

1. Aumento dos ganhos ao escolher o de menor taxa

Cada app de motorista solicita dos seus parceiros uma taxa na hora de repassar o pagamento. Esse dinheiro é usado pra administrar o funcionamento do próprio aplicativo e investir em inovações ou melhorias.

A parada é: do mesmo jeito que você pesquisa na hora de comprar algo, pra achar o melhor valor e/ou forma de pagamento, dá pra escolher aquele que oferece o valor mais atraente.

Vamos pensar nos três principais do mercado. Nos casos do Uber e da Cabify, eles ficam com 25% do valor bruto de cada corrida. Já na 99, o valor cai para 17%, ou seja, 8% a menos.

Na prática, funciona assim: numa viagem de R$ 100,00 feita pelo Uber ou Cabify, você ganha R$ 75,00. Mas, quando usa o 99, recebe R$ 83,00.

Ok, sete reais pode parecer pouca coisa quando pensamos em um único atendimento, mas a situação muda quando você sabe que vai atender muito mais gente durante um dia, semana ou mês. Quer ver?

Se você tivesse que receber R$ 2.000,00, ainda pensando no que cobram estes três aplicativos, ganharia R$ 150,00 a mais apenas por escolher aquele com a menor taxa — o 99 — sem esforço extra.

Dependendo do seu veículo, isso corresponde a um tanque cheio, ou um serviço completo de lavagem e cera. Ou, ainda, mais 150 pro cofrinho, um passo extra rumo à concretização do seu sonho (carro novo, casa própria, viagem, casamento).

2. Foco nos esforços de melhorar a nota em um único app

Outro motivo pra ser fiel a uma solução é a sua reputação no app. Você já deve saber que cada corrida finaliza com uma avaliação do seu atendimento e que quanto mais estrelas tiver, mais corridas poderá pegar e mais grana terá.

Ora, pra quê dividir esses esforços e notas em vários apps de motorista? Quanto mais você diluir o seu serviço, menos clientes terá em cada local. Aí, sabe o que acontece? A sua média pode ser facilmente alterada — perder uma estrela — por uma única crítica negativa, em vez dela ser diluída na clientela maior.

É lógico que você sempre vai lutar pela excelência, prestando atenção à experiência de cada pessoa que entra no seu carro. Mas, às vezes, acontecem imprevistos e ninguém está imune a um erro.

Quer mais uma razão pra focar num só aplicativo? Dessa forma, dá pra ser mais consistente no desempenho, o que se reflete também no modo como o seu perfil é visto pelo público. Nada de trabalhos pingados, e sim um profissional constante, fazendo corridas sempre. Quando um possível cliente der uma olhada, não vai pensar duas vezes em ser atendido por você.

3. Maior facilidade em atender às exigências impostas pelo app

As empresas de transporte particular estão sempre antenadas com as exigências das pessoas e dos locais onde oferece o seu serviço e criar regras pra poder manter a sua própria reputação positiva. Afinal, as marcas como Cabify, Uber ou 99 têm responsabilidade junto a um grande público, entre usuários, motoristas e funcionários.

Por isso, existem exigências que você deve cumprir pra ser aceito e permanecer como parte do time. Neste ano, por exemplo, a Câmara de Deputados aprovou um pacote de regras que dará às prefeituras o poder de regulamentar e fiscalizar o trabalho realizado.

Na cidade de São Paulo, já entrou em vigor a Resolução 16, na qual todos os motoristas particulares de aplicativos precisam ter um registro no Cadastro Municipal de Condutores (CONDUAPP), mais um curso.  

Fora isso, cada aplicativo tem um meio de avaliar as inscrições. No caso da 99, além de ter um veículo, carteira de habilitação e comprovante de residência no seu nome, uma checagem de dados e histórico de antecedentes criminais da pessoa.

O automóvel também passa por uma análise e precisa:

Um detalhe que muita gente acaba deixando de lado, mas que faz muita diferença, é o celular que você vai usar pra trabalhar. Como tudo é feito pelo app, é preciso ter uma configuração que aguente rodar o aplicativo sem travar e outras soluções que todo motorista precisa ter no seu aparelho, tal qual aqueles que traçam rotas, como o Waze ou o Google Maps.

O serviço de internet precisa ser de qualidade, ou você corre o risco de perder corridas ou ganhar uma nota baixa por não conseguir acessar alguma coisa online. Nossa dica é, quando possível, dedicar um aparelho apenas para o trabalho, com um ou mais chips, diminuindo as chances de ficar sem área e sem corrida.

Agora, isso não significa que essa será a mesma lista de exigências pra rodar usando o Uber ou o Cabify. Dependendo do caso, você pode ficar preso na burocracia por tentar cumprir as regras de mais de uma empresa, em vez de partir pro abraço e começar a trabalhar. Em outros serviços, a facilidade excessiva de se tornar parceiro acaba afetando a qualidade final e afastando os clientes.

Será que compensa?

4. Concentração dos ganhos em um só app

Já falamos aqui no artigo (item 1) sobre a grande diferença que faz no bolso optar pelo aplicativo com a menor taxa. Mas esse não é o único benefício de quem se fideliza e usa uma única solução para trabalhar como motorista.

Quem trabalha como autônomo sabe que uma das partes mais chatas é ter que “receber pingado”, um tantinho de cada cliente, até juntar grana suficiente pra fechar o orçamento. Isso sem nem mencionar a perda de tempo comparando extratos e valores, pra ter a certeza de que bateu tudo direitinho e certinho.

Cansa apenas descrever. Imagina viver essa situação? Dá até saudade dos tempos em que você só precisava esperar o salário cair (só que, então, lembra de como ganhava pouco e tem a certeza de que a vida de motorista particular pode ser bem mais legal).

Ao pesquisar os apps, você percebe que existem diferenças no tempo que o dinheiro demora pra estar disponível. Os parceiros do Uber têm fechamentos semanais (2as-feiras às da manhã)  das corridas e o depósito do valor na conta que você cadastrou ocorre de segunda até sexta. Normalmente, os ganhos aparecem em tempo real no aplicativo. Mas, em alguns casos, a informação pode demorar até 48 horas. E se você precisar mudar a conta cadastrada, cuidado pra não esquecer de avisar à administração.

Já no 99, o processo é muito mais simples: o motorista pode optar por um cartão exclusivo da empresa. Com ele, o valor de cada atendimento é creditado no mesmo dia. Melhor: você pode usar sem ir ao banco, pois ele já vem com a bandeira da MasterCard.

5. Possibilidade de valorização por parte da empresa

Quanto menor o número de aplicativos que você usa pra trabalhar, maior a quantidade de clientes atendidos e maior o cuidado com a sua reputação e as suas avaliações. Ou seja: trabalhe pra conquistar e manter as suas cinco estrelas!

Motoristas “pentacampeões” compõem um time seleto de especialistas em serviço primoroso e abrem as portas para benefícios exclusivos. Os passageiros, é claro, passam a valorizar e priorizar você na hora de escolher um carro disponível ou para corridas agendadas.

Se você oferece serviços adicionais, como corridas turísticas ou atendimento para longas distâncias, as chances de turbinar os ganhos é ainda maior!

Além disso, em aplicativos como o 99, assim que o passageiro — usuário do sistema Android — seleciona quatro ou cinco estrelas, aparece a opção de deixar uma gorjeta para o motorista. Esse troquinho é depositado diretamente no seu cartão e a empresa não fica com nada (a administradora cobre 5%).

Parece impossível, mas, na verdade, é mais fácil do que você imagina. Educação, cordialidade, jogo de cintura para lidar com situações fora do comum, eficiência e pontualidade são características fundamentais. E você pode treinar com amigos e familiares pra tornar as respostas e os comportamentos cada vez mais naturais. Faça “teatrinhos” simulando corridas com diferentes perfis de passageiros: pessoas com dificuldades de locomoção, que estão atrasadas, de mau humor, que têm medo, entre tantas outras situações possíveis.

Se você está na dúvida sobre como agir, vale a máxima: pense em como gostaria de ser tratado. Pergunte ao cliente quando necessário (temperatura do carro, volume do rádio). A empatia é uma aliada poderosa de quem busca a melhoria constante!

A sua aparência é igualmente importante. Não precisa exagerar na roupa, mas é interessante ter um uniforme de trabalho limpo e passado, composto por uma calça social e camisa, evitando trajes informais demais (camisetas sem mangas, jeans velhos). Uma dica importante é deixar uma muda de roupas no porta-malas pra emergências, como dias de calor intenso, quando o suor pode pregar peças.

Cuide também do seu local de trabalho, o veículo usado para rodar. Atente-se à limpeza e à aparência externa e interna. Agende lavagem e higienização periódicas pra deixar o carro lindo e cheiroso. Ah, e por falar em cheiro, nada de excessos nos perfumes, desodorantes e odorizadores. Num carro fechado, eles podem incomodar e existem muitas pessoas que são alérgicas ou ficam incomodadas com fortes odores. Menos é mais.

6. Maior facilidade em lidar com questões burocráticas

De tempos em tempos, é normal surgirem pendências ou questões específicas no trabalho. Faz parte da vida. É preciso renovar licenças, cuidar de problemas com o carro, ou mesmo algum erro em repasse ou avaliação.

Você organiza a agenda, separa um dia ou horário, corre atrás das soluções e pronto! Pode voltar a trabalhar.

Só que imagine multiplicar os problemas por três, quatro ou cinco diferentes apps de motoristas? Cada um com as suas exigências e necessidades específicas? O que levaria apenas três horas facilmente se transforma em três dias, uma semana. Loucura na certa e muito dinheiro perdido por conta das corridas que você deixou de pegar.

Muitos aplicativos até oferecem uma boa rede de suporte para os seus parceiros, mas faz pouca ou nenhuma diferença quando você precisa resolver algo fora do ambiente da empresa.

Concentrar-se pra atender às demandas e resolver às questões em uma única parceria garante maior rapidez para resolver os problemas, deixando mais tempo livre pra turbinar os ganhos!

7. Facilidade em lidar com o controle financeiro de ganhos

Ser o seu próprio patrão é a conquista da independência e da liberdade que a maioria deseja conquistar. E, como dizem, com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. O controle financeiro é uma necessidade para administrar a rotina, alcançar e manter o sucesso.

No mundo dos motoristas de aplicativos, isso quer dizer saber quantas corridas é preciso fazer pra bater a meta, valores e metas de gasto (comida, gasolina, mecânica, pedágio, manutenção).

Existem aplicativos para smartphones super fáceis de usar pra gerenciar os seus resultados, mas você pode fazer esse controle do jeito que for mais tranquilo, inclusive um caderninho guardado no carro. Basta adquirir o hábito de anotar tudo, sempre.

Tudo certo até aqui.

Agora vamos complicar um pouco as coisas. Você trabalha para quatro diferentes aplicativos. Cada um com a sua taxa de serviço, formato e prazo pra receber. Aí é necessário criar categorias e contas especiais pra cada um deles. Anotar, no lugar certo, cada corrida. Conferir extratos de cada aplicativo. Bater as informações com o que você tem anotado. Ver em todos os locais onde a grana é depositada se está tudo ok.

Encontrou algum erro? Para tudo, confere entrada por entrada, saída por saída até achar o que está fora do lugar. Corrigir. Conferir tudo de novo.

Nesse ponto, você já está meio estressado, o que acaba se refletindo no seu atendimento. Não presta tanta atenção ao cliente, deixa de perguntar algo essencial (qual o aplicativo preferido para a rota, por exemplo). Ao final da corrida, leva uma nota baixa. Fica irritado e acaba criando um ciclo bastante negativo para o seu trabalho.

É muito fácil simplificar ou complicar a sua vida. Pense para fazer a escolha certa e evite dores de cabeça.

8. Escolha do aplicativo que melhor atende à sua demanda

Nosso último motivo pra não usar mais do que um app de motorista é, na verdade, uma compilação de tudo o que descrevemos até agora. Assim como todas as outras escolhas que você vai para desenvolver a sua carreira (inclusive a opção pelo ramo de transporte particular) levam em consideração o que se adapta melhor ao seu estilo de vida e trabalho.

Você não tem pressa pra receber? Opte pelos pagamentos semanais do Uber. Quer ter acesso rápido à grana? O 99 é mais rápido. Compare as parcerias que cada uma oferece, como descontos em locação de automóveis, serviços mecânicos. Repare também na rede de locais em que esses serviços estão, principalmente para quem trabalha fora da cidade de São Paulo.

As funcionalidades específicas também contam na hora de eleger a melhor solução. Uma funcionalidade maravilhosa é a “de volta para casa”, onde você pode definir um destino e o aplicativo apresentará só os pedidos para aquele local. Perfeito pra terminar o dia ou cumprir um compromisso.

Continue a levantar todos os pontos de interesse pra você começar e anote as suas respostas. No final, avalie e compare para descobrir o que vale a mais a pena.

Um dos grandes privilégios do trabalho independente é ter a chance de escolher ou mudar de ideia sem maiores problemas ou papelada. Ou seja: está insatisfeito com uma empresa? Mude até encontrar aquela que oferece o melhor ambiente pra se desenvolver!

Como selecionar o melhor app de motorista?

Para ter a certeza de selecionar a melhor plataforma, separamos algumas características fundamentais pra montar o seu checklist:

Segurança

Não é segredo que moradores de cidades (pequenas, médias ou grandes) sofrem com a falta de segurança. Pra quem deseja ou precisa trabalhar à noite, os riscos são ainda maiores.

Por isso, pesquise as soluções que cada app oferece, como a indicação de locais de alto risco por meio de um alerta enviado ao motorista.

Popularidade

Quanto maior o número de usuários ativos, maiores as oportunidades de corridas. O melhor é que você não precisa ficar rodando e esperando alguém fazer sinal. Os apps diminuem o gasto desnecessário com gasolina.

Além disso, para quem trabalha com o táxi, o 99 é o único que integra essa categoria e de carro particular, deixando que o cliente escolha a melhor solução.

Avaliação

Avaliar pra melhorar. Isso vale tanto pra você, motorista, quanto para o passageiro. Algumas plataformas deixam que você também indique o comportamento de um cliente durante a corrida, uma segurança extra pra você e para os seus colegas. As regras do app devem funcionar para que ambos os lados aproveitem os benefícios, ou não haveria equilíbrio na troca.

Assim como no caso de motoristas com muitas estrelas, usuários bem cotados são igualmente valorizados e conseguem uma corrida mais fácil.

Pessoas mal-intencionadas ou mal-educadas, desde que não corrijam a postura, podem ser banidas da plataforma. Afinal, gentileza deve gerar gentileza.

Agora você já tem, em mãos, todas as informações necessárias para descobrir qual o melhor solução!

Esperamos que esse material seja valioso tanto para quem está começando quanto para os motoristas em busca de melhores condições de trabalho e desenvolvimento profissional. A facilidade em optar por apenas uma plataforma certamente vai garantir maior tranquilidade, deixando que você se concentre naquilo que precisa: ações para melhorar os resultados, em termos de qualidade e quantidade.

Aproveite a oportunidade e pesquise pra conhecer mais sobre o trampo, escolher o melhor app de motorista e começar a rodar!

Ficou com alguma dúvida, tem alguma experiência interessante para dividir ou deseja mais informações? Que tal usar a área de comentários abaixo e entrar em contato com a nossa equipe e os outros colegas de profissão? Afinal de contas, a informação é a peça fundamental para garantir bons resultados!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio