VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Motorista App

Como escolher o carro ideal para trabalhar como motorista?

Qualquer trabalho precisa ser encarado com seriedade, seja uma posição de CEO em uma grande empresa, seja atuar por conta própria como motorista particular. E uma das coisas que você precisa para alcançar bons resultados é ter as ferramentas certas.

Se você está pensando em como ser motorista, saiba que o primeiro passo é escolher o carro ideal para essa atividade. Vamos apresentar as nove principais características que você deve levar em consideração nessa hora. Confira!

1. Requisitos dos aplicativos para motorista

Os aplicativos para motoristas são bem mais rigorosos do que algumas pessoas imaginam. Eles têm requisitos mínimos para que um carro possa ser cadastrado e trabalhar por meio do app. Por isso, a primeira coisa que você deve levar em consideração são essas exigências.

No caso da 99, por exemplo, os critérios, em algumas cidades, são:

Não custa lembrar que cada aplicativo tem seus próprios requisitos. Informe-se!

2. Consumo de combustível

Se você já fez as contas das suas metas financeiras como motorista, com certeza sabe que os seus ganhos dependem de quantas corridas faz e, também, do quanto gasta para fazê-las.

Em outras palavras: se você ganhou R$ 500 em uma semana, mas gastou R$ 350 para encher o tanque nesse mesmo período, sua margem de lucro acabou sendo de apenas R$ 150.

Pensando nisso, para escolher o carro com o qual vai trabalhar, dê preferência aos modelos mais econômicos em consumo de combustível. Além disso, também vale a pena investir nos veículos flex, já que você pode abastecer seu tanque com álcool ou gasolina, optando por aquele que apresentar melhor custo-benefício no momento.

3. Manutenção

Os gastos com a manutenção do veículo também são deduzido dos seus ganhos. Por isso, ao escolher o carro que tem baixa necessidade de manutenção, você acaba aumentando seus lucros em longo prazo.

Outra boa dica é ficar de olho nas promoções das concessionárias em relação às revisões obrigatórias. Durante a compra, você pode negociar para que as primeiras revisões sejam gratuitas ou com um valor diferenciado.

4. Itens opcionais e acessórios

Um dos aspectos que influenciam a avaliação dos seus clientes é o conforto da viagem. Você pode conseguir avaliações melhores se escolher o carro com os acessórios certos. Antes de pensar em beleza, pense em conforto. Alguns exemplos são:

Por outro lado, você também precisa pensar nos itens voltados para o seu próprio conforto, já que vai passar várias horas dirigindo. Considere a possibilidade de investir em freios ABS, direção hidráulica e câmbio automático. Assim, você terá que fazer menos esforço físico e não vai chegar tão cansado ao final do dia.

5. Desvalorização

Como você vai usar o carro para trabalhar como motorista, terá que trocá-lo mais rápido do que se fosse destinado só ao uso pessoal, pois ele vai rodar muito. Nessa troca, quanto mais desvalorizado o veículo estiver, mais você sai perdendo. Por isso, na hora de escolher o carro, procure marcas e modelos que sofrem menor desvalorização com o tempo.

Sabia que até mesmo a cor do carro pode ser um fator de desvalorização? Se comprar um automóvel verde-limão, vai receber menos por ele na troca, porque é uma cor com pouca saída.

6. Seguro

Outro item que você precisa colocar na balança é o custo do seguro. As seguradoras alteram o preço do serviço conforme o modelo. Assim, um contrato com a mesma cobertura vai ter um preço para o carro nacional popular e outro para o importado.

Como o veículo é a sua empresa, o seguro é indispensável, por dois motivos:

Ao mesmo tempo que você precisa do seguro, também não é inteligente gastar uma fortuna com ele. Tente escolher o carro que vai permitir adquirir uma boa apólice a um custo acessível.

7. Necessidades pessoais

Essa dica é para aquele motorista que vai usar o carro para trabalhar e, também, nas atividades do dia a dia — levar os filhos na escola ou fazer compras, por exemplo. Se esse é o seu caso, você deve levar em consideração as necessidades pessoais na hora de escolher o carro ideal.

Vamos entender melhor por meio de um exemplo?

Para ser motorista, um compacto pode servir perfeitamente, pois você vai viajar apenas com um ou dois passageiros. Mas, se você tem cônjuge e quatro filhos, e gosta de levar todos para a praia no final de semana, não adianta comprar um compacto. Ele pode funcionar no trabalho, mas vai causar problema com as suas necessidades pessoais.

8. Localidade

Por incrível que pareça, na hora de comprar um carro você deve considerar o local em que mora e trabalha. As características do trânsito e das pistas podem influenciar diretamente na escolha do modelo ideal.

Pense, por exemplo, no trânsito típico de São Paulo. Será que você precisa de um motor de alta potência? Dentro da cidade, na maioria das vezes, o trânsito é tão pesado que não há espaço para correr. Por isso, investir em um automóvel 2.0 é praticamente um desperdício.

Veja outro exemplo. No caso de um motorista que mora e trabalha em uma cidade do interior, que ainda tem muitas ruas de pedra, pode ser necessário comprar um carro com suspensão mais reforçada. Um modelo urbano não vai aguentar bem o impacto, e provavelmente vai ter que passar por consertos frequentes.

9. Preço

O carro ideal precisa caber no seu bolso. Por isso, o preço e a opção de financiamento devem ser analisados com atenção. Faça vários orçamentos antes de tomar uma decisão final. Pesquise preços diretamente nas lojas e concessionárias da sua cidade e também na internet, em sites confiáveis, como o WebMotors.

Considere a possibilidade de comprar um seminovo. Desde que ele atenda aos requisitos do aplicativo, isso não será um impedimento para trabalhar como motorista. Além disso, procure pagar o maior valor possível de entrada; assim, as parcelas e os juros serão reduzidos.

Comprar um carro é uma decisão importante, pois você está assumindo um compromisso financeiro que pode durar anos. E, enquanto existe um certo componente emocional nessa decisão (quem nunca se apaixonou por um modelo?), é preciso focar nos aspectos objetivos para evitar arrependimentos depois.

Analisando os elementos dessa lista, você vai conseguir escolher o carro ideal para trabalhar, atingindo os melhores resultados. Quer conferir mais dicas sobre como ser motorista? Então, continue no blog e leia o nosso post sobre o assunto!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (2)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio
  • davi leite de oliveira

    eu estou sem carro e cartão para alugar um carro tem família que depende de mim gostaria de um oportunidade por favor.

    Responder

  • Direção hidráulica e elétrica: entenda a diferença entre elas na prática - Vida de Motorista

    […] hora de comprar um carro, vários são os quesitos a serem considerados: potência do motor, consumo de combustível, […]

    Responder