]

6 formas de conseguir dinheiro extra e aumentar a renda

Quer fazer um curso, mudar de casa, viajar, comprar um carro novo ou apenas pagar suas contas em dia, sem grandes dificuldades? Infelizmente não há uma fórmula mágica pra conseguir isso. A solução é trabalhar mais para aumentar a renda e, assim, conquistar o que você deseja.

Se você já trabalha em um emprego formal e não vê saída pra conseguir uma grana extra, fique tranquilo! Separamos 6 formas de como você pode ganhar dinheiro, sem que isso atrapalhe o seu trabalho ou seja necessário o pedido de demissão. Portanto, continue a leitura pra conferir nossas dicas.

1. Fazer trabalhos como freelancer

Os freelancers atuam de forma independente, sem vínculo empregatício. Por isso, os horários são mais flexíveis, já que os trabalhos podem ser feitos em casa, entre uma folga e outra, ou mesmo aos finais de semana.

Pode acontecer também de você trabalhar de forma temporária dentro das empresas. Mas pra quem busca uma grana extra, e já tem um emprego fixo, o ideal é combinar que as tarefas sejam feitas na modalidade home office.

Geralmente, os profissionais que têm mais oportunidades nessa área são os de tecnologia da informação e comunicação. Pra quem escreve bem ou é designer gráfico, por exemplo, existem diversos sites que ajudam as pessoas a encontrarem trabalhos como freelancers nessas áreas.

Você também pode usar as redes sociais pra criar uma página e mostrar os seus trabalhos e o seu portfólio pra atrair mais clientes.

2. Dar aulas particulares

Tem muitos pais que procuram professores particulares pra darem aulas, como um reforço para os filhos que têm dificuldades em determinadas matérias na escola. Se você sabe bem português, matemática ou, até mesmo, um outro idioma, essa pode ser uma excelente alternativa.

Como você, provavelmente, ficará fora de casa durante quase o dia todo por causa do seu emprego, é interessante montar uma turma em vez de atender apenas um aluno. Assim, você pode verificar sua disponibilidade e dar aulas à noite, duas vezes por semana, por exemplo.

Caso as aulas particulares presenciais sejam complicadas para a sua rotina, outra opção é aproveitar os recursos da internet e gravá-las. Dessa forma, as aulas são gravadas apenas uma vez e compiladas em um curso, sendo vendidas pra centenas de pessoas.

3. Utilizar seus dotes culinários

Você cozinha bem? Que tal usar esse dom pra aumentar a renda? Para isso, você pode pegar receitas simples, mas que têm uma boa saída, como bombons, sanduíches naturais, salgadinhos etc. A produção pode ser feita à noite e, durante a semana, você leva as delícias para os seus colegas de trabalho ou faculdade.

Além disso, você também pode utilizar seus dotes culinários preparando pratos pra eventos, casamentos e festas particulares. Pra divulgar o seu trabalho, você pode usar as redes sociais e se cadastrar em empresas que fazem a terceirização desse tipo de serviço.

4. Oferecer trabalhos de estética

O mercado da estética é bem diverso: corte, design de sobrancelha, manicure, massagem, depilação… são muitas opções! É verdade que, para a maioria das atividades, é preciso ter experiência no assunto, mas, para isso, existem cursos de curta duração, que podem ajudar você no aprendizado. Se não puder pagar por um deles, você pode fazer trabalhos mais simples como escovas e pinturas nos fios.

Algumas pessoas investem em um cantinho da sua própria casa pra receber seus clientes, mas caso isso não seja possível, você pode fazer o atendimento em domicílio. Tem pessoas que até preferem dessa forma, sendo mais cômodo e prático.

5. Trabalhar como revendedora

Se você for bom em vendas, trabalhar como revendedor pode ser uma ótima ideia pra aumentar a renda. Esse mercado é bem popular na área de cosméticos, mas existem também empresas que procuram revendedores no setor de roupas, bijuterias e, até mesmo, artesanato.

Pra aumentar as opções para os seus clientes, você pode fazer a revenda de várias empresas, com diferentes produtos. Porém, é interessante que tenham relação um com outro, pois é natural que com o tempo você conquiste um público para quem venda mais. Por exemplo: revenda de lingeries e roupas, ou maquiagem e cosméticos.

Além de mostrar os produtos no trabalho ou faculdade, é possível unir as vendas a outras atividades, como quem faz serviços estéticos, mencionado no tópico anterior.

6. Ser um motorista particular de aplicativos

O serviço de motoristas particulares de aplicativos surgiu há poucos anos, mas já mudou completamente o mercado do transporte. Isso porque os consumidores passaram a utilizar mais essa opção, motivados pelos melhores preços e praticidade. Com a alta demanda, muitas pessoas — desempregadas ou não — viram nessa ideia a oportunidade de aumentar a renda.

Pra quem tem um emprego, a opção é interessante porque permite a flexibilidade de horário, pois o trabalho pode ser realizado em períodos alternativos, definido por você. Além disso, as empresas dispõem constantemente de ações pra oferecer vantagens e ganhos maiores para os motoristas.

Pra virar um motorista particular de aplicativos, depende muito do regramento de cada empresa. Mas, geralmente, você precisa entrar no site do app pra verificar se o seu carro está dentro dos modelos e padrões permitidos, enviar a documentação exigida — documento de identidade (RG), comprovante de residência, Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) —, e, se aprovado, em poucos dias começar a trabalhar.

Ah, alguns deles exigem a idade mínima de 21 anos (com habilitação, é claro!), e é obrigatório ter um smartphone com Android ou iOS, visto que o aparelho será uma das principais ferramentas de trabalho.

Por fim, é importante destacar algumas dicas pra faturar mais, como estar disposto a trabalhar na madrugada dos fins de semana, pois tende a ser um período em que diminui o número de motoristas, ocorrendo o aumento das tarifas, pesquisar quais regiões têm uma boa demanda, verificar os postos que estão com o combustível mais em conta etc.

Viu como têm alternativas pra todos os gostos (e talentos) pra aumentar a renda? Portanto, análise as possibilidades e veja qual dessas opções se encaixa melhor na sua rotina e nas suas necessidades.

E se você se interessou pelo trabalho de motoristas de aplicativos pra aumentar a renda, temos um texto que pode ajudar você a entender melhor esse mercado. Neste post, explicamos as diferenças entre o Uber, Cabify e 99 para o motorista. Leia agora mesmo!

Compartilhe nas redes sociais:
Deixe um comentário