VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Quero ser motorista

Atendimento ao cliente: 9 frases essenciais ao pegar um passageiro


Sem tempo para ler? Ouça o artigo com as dicas de atendimento. Clique no play acima!

Quem está aprendendo como ser motorista precisa não apenas entender os aspectos técnicos do trabalho, mas também descobrir formas de oferecer um serviço melhor para agradar os passageiros. Para quem é motorista particular, o atendimento ao cliente faz toda a diferença para conseguir mais corridas e, consequentemente, aumentar ganhos.

Se você não tem muita experiência nesse quesito, não se preocupe! Preparamos uma lista com nove frases que você precisa usar ao pegar um passageiro. Com elas, a satisfação é garantida. Vamos lá?

1. Bom dia (ou boa tarde, ou boa noite). Fique à vontade!

Boas maneiras são imprescindíveis. Quando o passageiro entrar no carro, cumprimente-o com cordialidade! Mesmo que ele seja do tipo silencioso, você deve fazer sua parte.

Além disso, o fato de receber o passageiro com alegria demonstra que você gosta do seu trabalho — e todo cliente prefere ser atendido por um profissional que trabalha com boa vontade.

2. Tem alguma preferência de trajeto?

Essa frase é essencial para que o motorista preste um bom atendimento ao cliente. Se você escolher o caminho por conta própria e acabar caindo em um engarrafamento, por exemplo, isso vai causar uma má impressão. Afinal de contas, muitos passageiros já estão acostumados a determinado caminho que eles sabem que funciona melhor. Por outro lado, outras pessoas (geralmente as que não estão atrasadas) vão dizer que você pode seguir o GPS.

3. Aceita uma água?

Oferecer água ou outra bebida como cortesia ao cliente é uma maneira à prova de falhas para agradar o passageiro.

Imagine, por exemplo, que ele passou o dia todo trabalhando, correndo de um lado para o outro. Ele vai sentir sede, mas está com pressa e não tem tempo de parar e comprar uma garrafa de água. Nessa situação, o motorista que oferece uma garrafinha — de graça — torna-se imediatamente uma espécie de herói.

E mesmo que o passageiro não aceite, ele vai lembrar do seu esforço em oferecer algo a mais, além do transporte.

4. Gostaria de manter o ar-condicionado ligado?

Nós entendemos. Você trabalha dirigindo; passa o dia dentro do carro, na rua, debaixo do sol. É quente. Existem ótimos motivos para querer ficar com o ar-condicionado ligado. Mas o passageiro talvez não compartilhe dessa opinião. Ele pode estar resfriado, sofrer de rinite alérgica ou simplesmente estar com frio.

Para evitar que um detalhe tão pequeno estrague o seu atendimento ao cliente, lembre-se sempre de perguntar se o passageiro quer manter a refrigeração ligada ou não. Aproveite para perguntar se ele gostaria de abrir ou fechar os vidros.

5. Qual é sua rádio de preferência?

Qualquer trajeto de carro fica mais agradável quando estamos ouvindo uma boa música; o único problema é definir “boa”, já que poucas coisas são tão pessoais quanto o gosto musical.

Você pode curtir aquele rock’n roll, enquanto seu passageiro é fã de sertanejo universitário (ou vice-versa). Não há como adivinhar a preferência. Então, para o melhor atendimento ao cliente, pergunte sempre qual rádio ele gostaria de ouvir.

Além da questão do gosto musical, pode ser que o passageiro nem mesmo queira ouvir música. Suponha que ele esteja com muita dor de cabeça, por exemplo. Nesse caso, ele pode preferir o rádio desligado, mas não vai dizer nada a menos que você pergunte.

6. Gostaria de usar o carregador?

Hoje em dia, uma das piores coisas que podem acontecer a uma pessoa comum é ficar sem celular porque a bateria acabou e não há um lugar por perto para recarregá-lo. Ok, estamos exagerando um pouco. Mas, de fato, carregar seu celular durante uma viagem é uma grande vantagem.

Então, mantenha um cabo no seu carro e ofereça aos passageiros que entrarem. Se por acaso você encontrar um cliente que realmente está desesperado para recarregar seu aparelho, pode apostar que ele vai responder com uma avaliação positiva.

7. Precisa ajustar o assento?

Aqui vai uma informação básica, mas crucial, para quem está começando a aprender como ser motorista particular: todo tipo de pessoa vai entrar no seu carro. Pessoas muito altas, muito baixas, magras ou nem tanto, e assim por diante. E o assento vai ter que ser ajustado para que elas possam viajar com conforto.

Vamos pegar uma situação hipotética. Um passageiro entra ao seu lado na frente e empurra o banco para trás para conseguir esticar as pernas. Em seguida, o próximo entra no assento traseiro. Ele vai ter que passar a viagem toda apertado? Provavelmente será uma experiência negativa, que vai influenciar a impressão do seu atendimento ao cliente.

Se quiser evitar situações como essa, esteja preparado e ajude qualquer passageiro a ajustar o assento para a posição ideal, de acordo com suas necessidades.

8. Onde eu devo parar?

A viagem está no fim e o GPS diz que você chegou ao destino. Será que basta parar em qualquer lugar para o passageiro descer? É claro que não. É preciso garantir que ele tenha uma viagem agradável até o final, o que inclui perguntar qual é o melhor lugar para deixá-lo.

Seja especialmente atento nos dias de chuva. Procure parar o carro próximo a um local coberto, assim o cliente consegue descer sem se molhar. Também fique de olho para não estacionar bem ao lado de um poste ou de um bueiro, dificultando o desembarque. E uma última dica: de preferência, pare do lado direito, para que o trânsito de carros passando não atrapalhe a descida do passageiro.

9. Tenha um bom dia!

Assim como você cumprimentou o passageiro com cordialidade na chegada, faça o mesmo ao final da corrida. Assim, você demonstra consistência no atendimento ao cliente.

Finalize a corrida no aplicativo de transporte, mostrando que o serviço foi concluído, e agradeça pela “preferência” (mesmo que o usuário não escolha o motorista). Deseje um bom dia. E pronto: você já pode buscar o seu próximo passageiro!

O atendimento ao cliente é um dos itens mais importantes para garantir boas avaliações, então você não pode negligenciá-lo. Mas esta não é a única forma de agradar o passageiro! Se já está confiante nas suas habilidades, que tal subir mais um pouco o nível de qualidade do seu serviço? Confira nosso artigo sobre os acessórios para carros essenciais!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (5)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio
  • Roberto Carlos de Oliveira

    Muito bom Trabalhar pela 99pop si tô se carro fiz poucas viagem logo votarei atrabalhar

    Responder

  • Concordo com as perguntas. Só temos um problema acontece que temos as vezes. Passageiro que não responde nem a primeira pergunta boa tarde... E aí o que fazer .. tenho minhas técnicas a mais de um ano nesse negócio..

    Responder

  • Excelente dicas pra ser um grande e atencioso motorista.em querer o melhor para o cliente.

    Responder

  • Adriana

    Os valores que os passageiros paga é muito baixo, na minha opinião em hipótese alguma compensa comprar água para o passageiro. Precisamos saí no lucro e não ter prejuízo. Na maioria das vezes precisamos de deslocar pôr 20, 30 min para buscar o passageiro, em nenhum momento não vejo lucro desse deslocamento quê na realidade só beneficia somente o passageiro. Em muitas dessas situações o motorista acaba saindo no prejuízo. A pop deveria cobrar um preço justo para beneficiar o motorista. Afinal de contas o carro é do motorista e todas as despesas também. Fica a dica!

    Responder

  • Adriana

    Quando você é direcionado para uma área de risco mas não aceita a viagem, porque sabe que sua vida corre risco. Mesmo assim o aplicativo resolve te punir, te bloqueado.

    Responder