VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Dicas

Motorista com baixa avaliação: o que pode estar dando errado?

Não demora muito para qualquer motorista de aplicativo descobrir que a avaliação dos clientes tem muito impacto sobre o seu sucesso — isto é, os seus ganhos no final do mês. Então, ser um motorista com baixa avaliação não é nada bom para você.

Lembre-se de que motoristas com maior avaliação recebem a preferência do aplicativo para novas corridas, e a dos clientes também. Aliás, um cliente mais inseguro pode, até mesmo, cancelar a corrida, se ele ver que o motorista atribuído pelo app tem uma avaliação abaixo de um certo padrão (por exemplo, abaixo de quatro). Então, avaliação melhor leva a mais corridas que, por sua vez, leva a mais dinheiro na sua conta.

Felizmente, se você descobrir o que está dando errado nas avaliações, existem maneiras de reverter a situação. Então, fique de olho nessas dicas para entender melhor o motivo por trás das suas estrelinhas!

1. Você não ajuda os passageiros a embarcar

Se o passageiro tem alguma necessidade especial ou, quem sabe, está carregando muitas coisas (sacolas de compras, malas de viagens), ele vai ter um embarque muito mais tranquilo no carro com a sua ajuda. Por isso, não ajudar é uma demonstração explícita de desinteresse, algo que não fica muito bem para a sua imagem.

Não cometa esse erro! Saia do carro, ajude a colocar as coisas do cliente no porta-malas, ou ajude-o a se acomodar no assento. Esse pequeno cuidado é o primeiro passo para um excelente serviço, e vai se refletir em muitas estrelas na avaliação.

2. Você insiste em conversar com o passageiro, mesmo quando ele não dá abertura

Esse é um erro clássico, e já era motivo de piada sobre os taxistas. Alguns motoristas acreditam que a conversa é muito importante para causar uma boa impressão nos passageiros, ao ponto de não “se tocar” quando o próprio cliente não quer falar.

Lembre-se: nem sempre o passageiro quer conversar. Ele pode ser uma pessoa tímida, reservada; ou pode simplesmente estar pensando e fazendo outras coisas durante a viagem, como responder e-mails ou ler notícias. Portanto, a sua insistência pode ser mais um incômodo do que um sinal de boa educação ou simpatia.

O que você deve fazer é observar a reação do passageiro aos seus primeiros comentários. Se ele der apenas respostas curtas e diretas, pare de insistir. Depois, se o cliente quiser retomar a conversa, ele provavelmente vai iniciar algum tópico.

3. Você não faz nenhuma tentativa de conversar com o passageiro

Se falar demais é um problema, não falar nada também é. Um motorista calado demais faz o passageiro se sentir desconfortável, um intruso no carro de um estranho. Então, para deixar o seu cliente mais à vontade, é essencial que você demonstre cordialidade e tente conversar com ele. Se ele não quiser… bom, aí é outra questão.

A dica é sempre cumprimentar os passageiros na entrada e fazer alguns comentários neutros — sobre o tempo, sobre o trânsito. Ofereça alguma coisa, como balas, água ou o carregador de celulares. Depois, se o cliente mantiver a conversa, é só agir com naturalidade.

4. Você demonstra dificuldade em encontrar os locais de destino

Você dá muitas voltas, erra as entradas, pega as ruas mais movimentadas, e acaba demorando mais do que o necessário para chegar ao destino do passageiro. Se ele tem horário a cumprir, certamente isso não vai ajudar na sua avaliação. Afinal de contas, o que se espera de um motorista é que ele nos leve do local A ao local B, da maneira mais eficiente possível — o que não combina com atraso.

Se essa é a razão para você ser um motorista com baixa avaliação, existem duas medidas que você precisa tomar imediatamente.

A primeira medida é perguntar a cada passageiro se ele tem um caminho de preferência. Se tiver, é esse o caminho que você deve seguir. E não se preocupe, pois os clientes normalmente não reclamam se a rota que eles sugerem for mais longa; é que, por ser um caminho conhecido, eles se sentem mais seguros.

A segunda medida é instalar um bom GPS no carro (ou um aplicativo de navegação, como o Waze ou o Google Maps, no seu smartphone). Esses recursos vão direcioná-lo quando você estiver fazendo corridas em áreas que não conhece bem. Alguns até indicam problemas no trânsito, como acidentes, lentidão e policiamento.

5. Você não cuida da limpeza do carro

A primeira coisa que um passageiro nota, ao embarcar, são as condições de limpeza do veículo. A falta de limpeza causa uma péssima impressão, faz o cliente querer descer o mais rápido possível. E, para não correr o risco de entrar na sua bagunça de novo, ele provavelmente vai deixar o caso registrado em uma avaliação baixa.

Esse comentário inclui tanto a limpeza externa quanto interna. Por isso, mandar lavar o carro não é o suficiente. Você também precisa observar que não tenha papéis, embalagens, migalhas ou objetos pessoais espalhados no carro. Desodorizadores também ajudam.

6. Você não cuida da manutenção do carro

Diferentemente da limpeza, o passageiro não nota a falta de manutenção assim que entra. E, se o carro não der nenhum problema, ele vai descer sem saber de nada e dar uma excelente nota. No entanto, se a falta de manutenção der algum problema, pode ter certeza: é avaliação baixa que vem por aí. Afinal de contas, quem vai dar cinco estrelas para um profissional que não cuida do seu próprio instrumento de trabalho?

Então, não tem segredo. Faça as manutenções preventivas no veículo, e não economize para mantê-lo em bom funcionamento. Lembre-se de que você é responsável pela segurança de cada pessoa que sobe no seu carro, e que manter o carro em perfeitas condições é a melhor maneira de protegê-las!

Além das nossas dicas, que servem para qualquer motorista com baixa avaliação, aqui vai uma dica final: sempre leia os comentários dos seus passageiros. Eles são a melhor fonte de informação para descobrir quais são os pontos que precisam melhorar no seu trabalho.

Quer ajudar outros motoristas a alcançar uma avaliação top? Compartilhe este post nas redes sociais, para que os seus amigos também tenham a oportunidade de aplicar essas dicas!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (3)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio
  • Roberto Carlos De Oliveira

    Eu tento fazer o melhor possível so que tem passageiros com motivo da corria do dia dia acaba esquecendo de fazer a nossa avaliação eu queria que a plataforma também ajudace mais nos Motorista que o passageiro vc obrigada a fazer nossa avaliação também como nos samos eu to sentindo que minha nota está baixa falta de fazer a avaliação

    Responder

  • Roberto Carlos De Oliveira

    Eu tento fazer o melhor possível so que tem passageiros com motivo da corria do dia dia acaba esquecendo de fazer a nossa avaliação eu queria que a plataforma também ajudace mais nos Motorista que o passageiro vc obrigada a fazer nossa avaliação também como nos samos eu to sentindo que minha nota está baixa falta de fazer a avaliação isso é que eu penso só uma modo se se expressar

    Responder

  • Jorg Reske

    Meu Deus, sim claro comunicação sempre uma ciência, mais nosso problema não é o passageiro, mais sim o sistema, com a gasolina em 4 reais, não tem como dirigir, fazer manutenção adequadamente, e ganhar alguma coisa para sustentar a família. Se os valores ajustados , os carros seriam melhores, tudo mais perfeito, satisfeito a pessoa é mais gentil e com certeza tudo mais agradável. Mais isto aparentemente não acontece.....Grato ...

    Responder