VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Segurança

Kit de primeiros socorros para carros: saiba como montar um

É claro que, quando um motorista assume o volante, ele espera que nada de mal aconteça. Porém, sabemos que o trânsito não está sob nosso controle, e acidentes são mais comuns do que imaginamos. Nessa hora, é melhor estar prevenido, não é mesmo? E uma forma de se preparar pra essas situações é mantendo um kit de primeiros socorros para carros.

Mas será que você realmente precisa providenciar esse kit? Vamos falar sobre isso neste post. Então, não deixe de conferir quais são os itens recomendados e por que eles deveriam fazer parte do seu equipamento de trabalho.

A obrigatoriedade do kit de primeiros socorros para carros

Na verdade, nenhum motorista — nem mesmo os profissionais — são obrigados a andar com um kit de primeiros socorros. O CONTRAN até estabeleceu, em 1998, uma resolução que dizia que todos os veículos deveriam conter esse material ou estariam sujeitos a multas.

Só que essa resolução não durou muito tempo. No ano de 1999, a Câmara dos Deputados votou o fim da obrigatoriedade. Desde então, ninguém mais tem que andar com um kit de primeiros socorros.

Mas antes de pensar “que bom, não preciso me preocupar com isso!” é bom analisar bem a situação. Considerando que, como motorista, você é responsável pelo transporte de passageiros, não seria melhor estar preparado pra qualquer eventualidade?

E se, diante de uma ocorrência qualquer, o socorro não chegar tão rápido quanto esperado? Não seria uma boa ideia ter o material básico pra primeiros socorros à mão, só pra garantir um atendimento mais simples em caso de emergência?

Além disso, algumas cidades estão criando regras para a atuação dos motoristas de aplicativos. Elas podem, sim, exigir que eles carreguem um kit de primeiros socorros e, principalmente, que aprendam a utilizá-lo.

Um exemplo é a prefeitura de Prefeitura de São Paulo. Até agora, ela não publicou nenhum material exigindo o kit, mas já determinou que os motoristas façam um curso de qualificação que inclui o conhecimento de primeiros socorros.

Pensando nisso, dá pra chegar a uma conclusão: não é obrigatório, mas é importante! Quantas coisas a gente carrega no dia a dia sem precisar e que ninguém exige, mas que a gente considera indispensáveis? Então, por que não acrescentar itens que envolvem a nossa segurança e a dos passageiros?

Itens básicos para o kit de primeiros socorros

Pensando nessas questões e ouvindo especialistas que insistem que manter um kit de primeiros socorros no carro é uma medida de prevenção, criamos uma lista de itens que não podem faltar.

Quando a resolução foi tomada pelo CONTRAN, a maioria das farmácias oferecia kits básicos para os motoristas. Eles eram realmente muito simples, e tinham ataduras, tesoura, gaze, luva cirúrgica e esparadrapos.

Mas o seu pode (e até deve) ter outros itens, também. Fizemos uma listinha mais completa, pra não faltar nada de essencial em um momento de emergência. Quer saber quais são eles? Confira!

1. Luvas de látex descartáveis

As luvas são muito importantes pra prevenir a contaminação nos dois sentidos: tanto de quem está ferido quanto de quem está fazendo o atendimento. Elas evitam o contato com sangue, fluídos corporais, membranas mucosas e artigos sujos.

Farmácias e casas de material cirúrgico vendem caixas completas, com até 100 unidades de luvas. É importante tomar cuidado na hora de comprar, porque existem algumas que não são indicadas para procedimentos de saúde.

Mais um detalhe importante: elas não podem ser reutilizadas — tem que usar e jogar fora. Mas elas não podem ser descartadas no lixo comum do seu carro. Coloque em um saquinho separado pra descartar da maneira certa.

2. Instrumentos metálicos

Não é objetivo que o atendimento de primeiros socorros faça cirurgias. Mas mesmo assim, a caixa precisa conter alguns instrumentos metálicos, até pra cortar ataduras e curativos, por exemplo. Os principais são a pinça e a tesoura. Também é bom ter um termômetro.

3. Curativos e materiais adesivos

Dependendo da situação, o atendimento vai exigir a realização de curativos. Então, o seu kit deve ter alguns materiais como:

4. Medicamentos e soluções

Pra limpar o local do ferimento, pode ser necessário usar um antisséptico. Por isso, é importante que ele faça parte do seu kit. Além disso, algumas situações exigem o uso de soro fisiológico, que também deve estar na maleta.

Além desses itens, o seu kit pode conter alguns medicamentos como analgésicos e antitérmicos. Lembre-se apenas de que eles precisam ser usados com muito cuidado e nunca ser ministrados a pessoas desacordadas.

Afinal, uma pessoa acidentada pode ter alergia a um determinado medicamento e ter uma reação terrível se receber a substância proibida. Por isso, eles devem ser usados em último caso, e com a orientação de um profissional de saúde.

5. Acomodação dos itens

O material de primeiros socorros deve ficar, de preferência, em uma maleta de plástico com uma tampa que realmente fecha. Nada deve ser deixado do lado de fora, pra evitar contaminação.

Outra opção é guardar tudo em uma necessaire grande. Nesse caso, ela também precisa ter um bom fecho pra acomodar todos os itens com segurança.

Lembre-se também de que a situação de emergência pode acontecer no período da noite. Então, é importante ter uma lanterna no seu kit pra garantir que o atendimento seja feito com alguma iluminação.

A importância de saber aplicar os primeiros socorros

Ter o kit no carro é um cuidado necessário. Mas é preciso lembrar que, quando se fala no socorro das pessoas e na preservação da vida, é fundamental ser treinado pra usar qualquer produto ou técnica.

Segundo especialistas, se uma pessoa despreparada for socorrer um acidentado ou usar um desses itens de forma errada, pode até piorar a lesão! Sem treinamento adequado, é melhor nem arriscar.

Por isso, não deixe de realizar algum curso pra adquirir capacitação em primeiros socorros. Mesmo que você tome todos os cuidados pra evitar acidentes, eles podem acontecer e deixar a vida de uma pessoa nas suas mãos. É muita responsabilidade!

Então, esse é um assunto que deve ser levado a sério. Busque o treinamento necessário pra ajudar os seus passageiros ou até ocupantes de outros veículos em caso de emergência. Essa atitude pode fazer uma grande diferença.

Entendeu qual é a importância do kit de primeiros socorros pra carros e por que vale a pena ter um? Achou o post interessante? Então, compartilhe nas suas redes sociais e marque os seus amigos. Afinal, é bom que todo mundo esteja preparado pra qualquer incidente, não é mesmo?

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio