VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Motorista App

Kit de emergência em carros: itens para quem trabalha como motorista

Dirigir é considerado, cada dia mais, um ato de responsabilidade. Ainda mais com o trânsito sempre crescente nas grandes cidades. Pra quem trabalha como motorista, a atenção é maior ainda: a preocupação com a sua segurança e a dos passageiros deve estar em primeiro lugar, desde o momento em que você escolhe o veículo que vai usar para o dia a dia até a hora em que você deixa o último passageiro no destino e decide voltar pra casa.

Por isso, ter um kit de emergência em carros é não somente fundamental para garantir um bom atendimento ao cliente, mas também vai ajudar você a sair de situações em que esses itens podem fazer toda a diferença.

Pode ter certeza de que ser um verdadeiro MacGyver no trânsito vai contar pontos a seu favor (você deve se lembrar: é o personagem da série “Profissão: Perigo”, que conseguia sair das maiores enrascadas usando os mais inusitados equipamentos, como um chiclete e uma caixa de fósforos).

Pra ajudar você a se lembrar de tudo o que a legislação brasileira exige que esteja no seu carro e também a considerar itens que não são obrigatórios, mas quebram o maior galho, elaboramos uma lista com oito dicas do que você deve ter no veículo. Confira!

1. Triângulo, macaco e chave de roda

Esse trio é exigido pelo Código de Trânsito Brasileiro e a falta dele é considerada infração grave, podendo render multa ao motorista. Mas não é só por isso que ele deve estar no seu porta-malas: se você tiver que parar o carro por problemas mecânicos ou se sofrer um acidente, o triângulo pode aliviar você de mais problemas, pois vai alertar os outros motoristas da sua presença no local.

Por isso, essa ferramenta refletora de emergência deve ser colocada imediatamente na hora que você parar o carro, a 50 metros do veículo. Já o macaco e a chave de rodas são essenciais, caso você precise trocar um pneu.

2. Estepe

Por falar na troca de pneus, o estepe certamente faz parte do kit de emergência em carros, além de ser obrigatório pela legislação brasileira. É importante que você sempre aproveite a hora da calibragem dos pneus pra verificar o estado do seu reserva, mantendo-o também cheio e balanceado.

Uma dica, se você precisar do estepe e ele estiver murcho, é bom que você sempre o utilize na parte de trás do carro, instalando um pneu calibrado na parte dianteira. Isso vai garantir a segurança da direção até que você chegue ao posto de gasolina mais próximo.

3. Primeiros socorros

Esse kit já levantou muita polêmica no Brasil, desde a criação do Código de Trânsito Brasileiro, quando ele passou a ser obrigatório. Foram tantas discussões que, atualmente, ele não é mais exigido por lei. Mas, pra quem trabalha como motorista, não custa ter um desses no veículo.

Imagine uma situação em que você sofre algum tipo de acidente de trânsito, até mesmo mais leve, em que há um passageiro no veículo. Se você tiver, em uma bolsa, gaze, ataduras, esparadrapos e antissépticos, pode ajudar com pequenos ferimentos.

4. Bateria extra pra celular

Quem consegue, atualmente, se ver em meio a uma emergência sem ter, em mãos, o celular funcionando pra pedir ajuda? Fora isso, se você trabalha com um aplicativo para motoristas, não pode nem pensar em ficar sem bateria, certo? Afinal, o seu ganha-pão depende desse dispositivo!

Portanto, tenha em mãos sempre uma bateria extra. Não dá pra confiar apenas no acendedor do carro, no qual normalmente é conectado o carregador, ou na porta USB do veículo, pois eles podem dar algum problema e colocar o seu dia de trabalho em risco. Além disso, a bateria extra pode ser útil até para o passageiro!

5. Extintor de incêndio

O extintor está no rol de itens obrigatórios no kit de emergência em carros. E, mesmo que não estivesse, você nunca deveria abrir mão de ter esse equipamento no veículo, pois, no caso de incêndios, ele pode ser muito útil até que você consiga ajuda profissional.

Lembre-se de verificar se ele não está fora do prazo de validade ou com modelo desatualizado, segundo o Denatran. Se precisar usá-lo, você deve retirar o lacre de inviolabilidade, acionar o gatilho e apontá-lo para a base do fogo.

6. Caixa de ferramentas

Além das obrigatórias, como a chave de roda e o macaco, mantenha em seu porta-malas uma caixa com itens que podem ser muito úteis, caso o carro apresente, no meio do seu período de trabalho, algum problema que possa ser resolvido sem ter que recorrer a um mecânico.

Quer um exemplo? Muitas vezes, um cabo de bateria desencaixado ou uma mangueira solta podem ser resolvidos com o uso de simples chaves de boca ou de fenda. Portanto, aprenda a andar com uma caixa de ferramentas completa e de boa qualidade.

7. Cabos de chupeta

Um motorista profissional não pode esperar até que apareça alguém com um desses, caso tenha um problema com a bateria do carro durante o período de trabalho. Afinal, ninguém está livre disso: você pode esquecer o farol acesso na hora da pausa para o lanche ou a bateria pode apresentar problemas.

Se você tiver os cabos de chupeta no seu kit de emergência, facilmente vai conseguir religar o carro e seguir adiante.

8. Lanterna

Não é preciso viver uma aventura pra precisar usar uma lanterna. Basta que seu carro apresente algum problema enquanto você dirige em uma estrada à noite. Você vai ver que vale a pena ter uma dessas no seu kit de emergência. Mesmo durante o dia, a lanterna pode ser útil quando algo cai nas partes mais escuras do carro ou dentro de uma garagem.

A maioria dos itens dessa lista não são obrigatórios, mas podem ser muito úteis na sua jornada pra aumentar os ganhos como motorista e ganhar pontos nas avaliações dos aplicativos.

Quanto aos que são exigidos por lei, lembre-se de que se for pego sem o equipamento ou se ele estiver em desacordo, a infração é grave e a multa é de R$ 195,23. O veículo pode ser retido para regularização e você ganhará cinco pontos na carteira de motorista.

E você? Tem algum item no seu kit de emergência em carros que não mencionamos? Deixe um comentário no post e divida conosco a sua experiência!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio