VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Motorista App

Alerta de risco: como a funcionalidade pode ajudar você

Não é apenas com direção defensiva, custos de operação e cuidados com o carro que o motorista profissional deve se preocupar nas ruas brasileiras. Há muitos anos, a segurança pública vem sendo apontada como umas das principais preocupações pra quem atua no trânsito.

Em Porto Alegre (RS), por exemplo, recentemente os motoristas de aplicativos fizeram um protesto pedindo mais segurança devido aos inúmeros casos de violência registrados na capital gaúcha. Obviamente, a criminalidade não se restringe a essa cidade: em todo o país, muitos motoristas já começaram a evitar corridas em locais considerados perigosos.

Pensando nisso, como forma de tranquilizar seus motoristas, a 99 — maior startup de mobilidade urbana presente no Brasil atualmente — desenvolveu um alerta de risco em seu aplicativo, avisando sobre locais considerados perigosos.

Neste artigo, vamos explicar como funciona o alerta de risco e de que forma o motorista deve agir nesses casos. Leia com atenção e fique seguro!

O que é o alerta de risco?

Com o desenvolvimento das novas tecnologias, há diversas maneiras de usar ferramentas pra todos os tipos de atividades — e não poderia ser diferente nos casos de aplicativos pra motoristas.

A iniciativa da criação do alerta de risco teve início em 2017, durante o movimento Maio Amarelo, que mobiliza todo o país com ações de conscientização sobre segurança no trânsito e para a redução de acidentes.

Nesse contexto, a 99 desenvolveu uma funcionalidade pensada especialmente para aumentar a segurança de seus motoristas: o alerta de risco. Por meio de um alarme sonoro, os profissionais são avisados, na hora em que recebem um chamado para uma corrida, sempre que estiverem se aproximando de uma região considerada arriscada.

O sinal é emitido pelo celular, por meio do aplicativo da 99, visando à segurança do motorista. Além de avisar sobre lugares em que há maiores chances de assaltos ou casos de violência, o aplicativo também informa sobre cruzamentos perigosos, onde as chances de ocorrer um acidente são maiores.

Essa funcionalidade é mais uma das ações desenvolvidas pela empresa para garantir que seus motoristas atuem com mais tranquilidade. Dessa forma, podem dedicar-se ao bom atendimento ao cliente, sem outras preocupações que possam atrapalhar seu desempenho.

Como funciona o sistema?

O alerta de risco foi desenvolvido por profissionais da área de engenharia de segurança da 99 e é atualizado constantemente com as informações repassadas à central pelos próprios motoristas. Isso ocorre quando o profissional envia uma mensagem à empresa informando, por exemplo, que não se sente seguro na região onde foi pedida uma corrida.

Para fazer o mapeamento das zonas de risco, a 99 recebe as informações dos motoristas, faz uma filtragem e armazena no banco de dados, que é frequentemente analisado pelos profissionais da área de segurança. Um sistema de inteligência artificial é encarregado de fundamentar as análises por meio das estatísticas de mensagens recebidas.

A equipe é composta por cerca de 30 pessoas, incluindo engenheiros de dados, ex-militares e até psicólogos. Esse trabalho é feito durante as 24 horas do dia, sem intervalos. Dados das secretarias de Segurança Pública dos estados também são utilizados na análise.

Dessa forma, após todo esse trabalho, caso se aproxime de uma das regiões consideradas perigosas, o motorista recebe um alarme sonoro específico no aplicativo, alertando-o sobre o perigo.

Como proceder quando um alerta de risco é recebido?

O objetivo da ferramenta de alerta de risco, tanto nos casos das regiões onde pode haver casos de violência quanto naqueles em que há maiores chances de acidentes de trânsito, é dar subsídio para que o próprio motorista decida se quer continuar com a corrida ou se acha melhor não aceitar o chamado.

Sendo assim, ao receber um alerta de risco, o profissional tem a opção de alterar o trajeto da corrida por outro em que haja menor probabilidade de ocorrências ou simplesmente recusar o chamado nessas regiões. A decisão fica a cargo do condutor, sem incorrer em penalidades por parte da administradora do aplicativo.

Além disso, também foi desenvolvido um sistema que permite ao motorista recusar chamadas nessas regiões com pagamento em dinheiro. Assim que sai do local considerado perigoso pelo banco de dados da 99, o aplicativo volta a aceitar o pagamento em moeda.

Uma opção, que também fica a critério do motorista, é conversar com o cliente antes de ir buscá-lo. O aplicativo permite que ele mande mensagens perguntando, por exemplo, como é a região e se há alternativas mais seguras.

Que outras medidas de segurança podem ser adotadas pelo motorista?

Além das funcionalidades desenvolvidas pela 99 para garantir mais segurança e tranquilidade aos seus motoristas, há outras medidas que podem ser tomadas pra diminuir os riscos de violência no trânsito, principalmente nas grandes cidades.

Uma delas é, ao entrar em áreas consideradas de risco, acender as luzes internas do veículo e abrir os vidros. Isso faz com que você seja reconhecido no local, podendo haver um maior respeito à sua segurança por ser motorista profissional.

É preciso, além disso, redobrar a atenção ao redor do carro, evitar ficar parado muito tempo nas ruas em que foi dado o alerta de risco e manter a tranquilidade, mesmo em situações mais tensas.

O aplicativo para motoristas também desenvolveu, antes do alerta, outras medidas que dão mais garantias aos seus profissionais. Há um programa criado pra atender especialmente chamada sobre situações de violência, assaltos e demais ocorrências.

Pra essas situações, há o canal de atendimento emergencial da 99, por meio do telefone gratuito 0800-888-8999. Além disso, a empresa oferece ao motorista um seguro pessoal, no valor de R$100.000,00, pra cobrir possíveis danos.

É importante saber que o alerta de risco, apesar de servir como uma espécie de alarme, é disparado de forma discreta para que o passageiro não se sinta intimidado ou constrangido. Ele pode soar tanto antes de o motorista atender ao chamado como durante o trajeto, já em uma corrida.

E você? Já recebeu um alerta de risco do seu aplicativo para motoristas? Como tomou a decisão de aceitar ou não a corrida? Tem alguma dica de como evitar situações constrangedoras com o passageiro nesses casos? Deixe um comentário no post e divida com outras pessoas a sua experiência!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio