VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Já sou motorista

7 dicas de gestão financeira pessoal

Fazer uma gestão financeira pessoal eficiente, muitas vezes, não é tão simples, principalmente, se a sua vida é bem agitada e você não tem muito tempo disponível. Porém, essa gestão precisa ser feita para que você não adquira dívidas que não tem condições de pagar, e acabe prejudicando a sua saúde financeira.

Você, como taxista, também é um empreendedor, e precisa estar atento às suas finanças para que elas não fujam do seu controle.

Para ajudar você nessa missão, escrevemos este artigo com 7 dicas de gestão financeira pessoal para motoristas e taxistas, as quais são fundamentais para garantir o seu bem-estar financeiro. Vem conferir!

1. Entenda qual é a sua atual situação financeira

Para que você possa começar a fazer uma gestão financeira pessoal eficiente, é preciso conhecer qual é a sua real situação financeira. Para isso, você precisa analisar todos os seus gastos, a fim de verificar se o montante que você tem ganhado por mês é o suficiente para arcar com todos os seus compromissos.

Como você está organizando a sua gestão financeira é importante que você entenda esse cenário, para que seja possível verificar qual deverá ser o orçamento ideal para cobrir todas as suas necessidades.

Se o seu dinheiro não está sendo o suficiente para isso, é preciso analisar novas estratégias, a fim de verificar que procedimentos devem ser feitos para que a sua renda aumente ou seus gastos diminuam.

2. Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro é importante para que você possa administrar o seu dinheiro de uma forma que proporcione tranquilidade e liberdade para fazer e adquirir o que tanto deseja.

Por meio dele, será possível estabelecer metas e prazos para alcançar seus objetivos. Além disso, também será viável identificar quais futuros problemas que poderão colocar em risco a sua saúde financeira.

Com isso, você conseguirá encontrar soluções para evitá-los, sem prejudicar as suas finanças. No planejamento, você pode determinar quais investimentos você precisará fazer para melhorar a sua renda, e verificar quando você terá um retorno dessa aplicação.

Desta maneira, você terá uma visão geral de suas finanças, podendo criar planos para fazer a sua viagem dos sonhos, tirar suas merecidas férias etc.

3. Controle seus gastos

Esse ponto é importante, principalmente, se você usa constantemente o seu cartão de crédito. Como ele proporciona uma comodidade na hora de realizar suas compras, você pode facilmente ter gastos em excesso com restaurante, supermercado, farmácia, lojas etc.

Para evitar que isso aconteça, é fundamental que você faça um controle financeiro. Liste todas as suas receitas, as quais são referentes ao seu salário e renda extra. Enumere também todas as suas despesas, sejam elas fixas ou variáveis.

As despesas fixas são todos os gastos que você terá que pagar, enquanto utilizar os serviços prestados, por exemplo: água, luz, telefone, internet, impostos entre outros.

Já as despesas variáveis são aquelas que têm um tempo para acabar, por exemplo: financiamentos, empréstimos, prestações em lojas etc.

Assim, você terá o controle de tudo que for gastar, e com o planejamento financeiro em mãos, será possível identificar até onde você pode desembolsar.

4. Elimine as despesas desnecessárias

As despesas desnecessárias existem, basta você analisar os seus gastos que logo você vai identificar que você adquiriu algo que não precisava ter comprado. Porém, neste momento é importante que você não só identifique-os, mas também elimine-os.

Os gastos supérfluos podem estar no supermercado, número de almoços e jantares fora de casa, nas lojas etc.

Essas despesas precisam ser eliminadas para que você possa direcionar esse dinheiro (mal gasto) para algo que proporcione um retorno positivo, e que realmente acrescente alguma coisa importante nas suas finanças.

Se você verificar que não é possível eliminá-los repentinamente, tente, pelo menos, diminuí-los. Você notará uma grande diferenças nas suas finanças, no final do mês.

5. Crie uma reserva financeira

A reserva de emergência, geralmente, é negligenciada pela maioria das pessoas. Porém, o que ela não sabem é que essa reserva pode livrá-las de grandes imprevistos financeiros.

No seu planejamento financeiro é importante que você já estipule um valor para guardar na sua reserva. Mas, qual é o valor ideal de uma reserva financeira?

O cálculo pode ser efetuado da seguinte forma:

O resultado da multiplicação é o valor ideal que você deve ter em sua reserva, para solucionar seu problema financeiro tranquilamente, sem se preocupar com o acúmulo de contas a pagar.

A reserva financeira só pode ser utilizada em casos de emergência, para que não seja necessário você recorrer a empréstimos que podem aumentar ainda mais as suas dívidas.

6. Revise seus gastos rotineiramente

Para que você não perca o controle das suas dívidas é indispensável que uma revisão rotineira dos seus gastos seja feita. Ela pode ser feita diariamente, semanalmente ou mensalmente, tudo vai depender da sua disponibilidade.

Para que seja possível fazer uma revisão eficiente, a organização do seu controle financeiro precisa ser impecável. Não esqueça de anotar seus gastos, pois no momento da revisão você terá que verificar se será necessário realizar alguns ajustes no seu orçamento para arcar com todos os seus compromissos.

Um cálculo errado pode colocar em risco todo o seu planejamento financeiro, e isso pode proporcionar preocupação e frustração por não conseguir alcançar seus objetivos.

7. Use a tecnologia a seu favor

Para que você possa aumentar a sua renda como taxista, que tal usar a tecnologia a seu favor? Você pode ser um motorista por aplicativo, por exemplo.

Com isso, você terá inúmeras vantagens, tais como:

As chances de você ter sucesso são grandes, porém para que isso aconteça, e para que você possa ter um futuro tranquilo, é indispensável que a sua gestão financeira pessoal seja impecável. Por isso, não deixe de fazer seu planejamento financeiro, estabelecer suas metas e, principalmente, controlar seus gastos. Somente assim, você conseguirá ter uma vida sem preocupações financeiras.

Gostou das nossas dicas de gestão financeira pessoal para motoristas e taxistas? Restou alguma dúvida? Conta para a gente nos comentários!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (8)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio
  • Agenda de eventos em São Paulo: veja os 9 principais de outubro - Dicas para motoristas particulares e taxistas

    […] os motoristas que trabalham por aplicativo, já que a demanda aumenta muito. Para terminar o dia com um bom dinheiro no bolso, você tem que ficar de olho nos lugares mais movimentados. Neles, a quantidade de passageiros é […]

    Responder

  • Economia compartilhada: como se beneficiar trabalhando nela? - Dicas para motoristas particulares e taxistas

    […] aos profissionais que aderiram ao modelo, 51% deles afirmam que sua situação financeira melhorou no último ano. Na população em geral, esse índice é de apenas […]

    Responder

  • Mulher motorista: 7 motivos para se tornar a próxima - Dicas para motoristas particulares e taxistas

    […] disso, estar atrás do volante é uma forma de conquistar a liberdade financeira, ter flexibilidade de horário e acesso aos recursos financeiros necessários para realizar seus […]

    Responder

  • Saiba como conseguir mais passageiros à noite com 6 passos - Dicas para motoristas particulares e taxistas

    […] Um deles é a dificuldade de conseguir passageiros à noite, o que afeta diretamente os seus resultados financeiros após um dia de […]

    Responder

  • De volta para casa: entenda essa funcionalidade tão amada - Vida de Motorista

    […] A funcionalidade “de volta para casa” faz exatamente isso! Ela permite que você aproveite até o último minuto disponível pra ganhar dinheiro, já que até mesmo no seu caminho de casa há a chance de receber chamadas de corridas. Com ela você dá aquele gás nas suas finanças pessoais! […]

    Responder

  • Como aumentar ganhos de renda extra como motorista? Descubra aqui - Vida de Motorista

    […] Não faça nada antes de definir uma meta de ganhos. Ela vai influenciar todas as suas decisões em relação ao trabalho como motorista. Por isso, é importante começar fazendo algumas contas e refletindo sobre a sua gestão financeira pessoal. […]

    Responder

  • 6 dicas de segurança no trânsito para evitar acidentes - Vida de Motorista

    […] se ligar que o desgaste que uma colisão causa também é sinônimo de um baita prejuízo financeiro: imagina ficar dias com o veículo parado e sem chances de aumentar os […]

    Responder

  • Manutenção preventiva de carro: veja dicas e entenda as vantagens - Vida de Motorista

    […] para manter seu veículo em perfeito estado. Mas esse gasto não precisa ser um peso para o seu orçamento, basta se […]

    Responder