VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Quatro Rodas

Problemas no alternador: saiba como prevenir!

Embora os problemas no alternador sejam até comuns no mundo automobilístico, alguns motoristas têm dificuldade em identificar e entender esses contratempos no dia a dia.

Isso acontece porque ainda há muita confusão na hora de separar alternador e bateria. Os dois componentes são responsáveis pelo fornecimento de energia para o veículo, cada um tendo sua própria funcionalidade.

Para quem utiliza o automóvel como ferramenta de trabalho e está diariamente no trânsito, entender como funciona o alternador pode ser essencial.

Quer saber mais? Continue lendo e confira nosso conteúdo completo sobre como se prevenir de problemas no alternador do carro.

Boa leitura! 

O que é o alternador?

O alternador é um componente do carro formado pelas seguintes peças:

Podemos dizer que o alternador é uma das peças mais interessantes de um automóvel, pois utiliza a própria força emitida pelo motor e a transforma em eletricidade.

Sendo um dos principais geradores de energia para o automóvel, é necessário se manter sempre atento aos sinais de possíveis problemas no alternador.

Como funciona o alternador?

Funciona da seguinte forma: quando o motor do carro está em rotação, o alternador utiliza a correia para transformar a força usada em energia elétrica. A eletricidade gerada, por sua vez, é direcionada para a bateria.

Embora a bateria seja a peça mais conhecida quando se fala em fornecimento elétrico para o carro, ela não é capaz de gerar energia própria. Sendo assim, o alternador faz esse trabalho.

Como identificar possíveis problemas no alternador?

Como dito, os problemas no alternador não são incomuns. Se você tem um carro, em algum momento vai se deparar com dificuldades relacionadas a essa peça.

No entanto, a grande questão é que eles são constantemente confundidos com um mau funcionamento da bateria, sendo dificilmente descobertos em análises iniciais.

Sinais de problemas no alternador

Alguns sinais são bem específicos e podem ajudar você a identificar corretamente possíveis problemas, por exemplo:

Além desses, um dos problemas mais comuns é a inconstância da luz da bateria no painel do carro.

Quando tudo está funcionando normalmente, a luz da bateria sempre se apaga quando o motor é ligado. Porém, quando há um mau funcionamento do alternador, ela fica piscando todo o tempo.

Confira nosso guia definitivo para conhecer os significados das luzes no painel do carro.

Existem alguns meios de se prevenir contra problemas no alternador, e saber essas dicas pode economizar alguns gastos emergenciais.

Como prevenir problemas no alternador?

Agora que você conhece os principais problemas no alternador, os riscos com gastos desnecessários e emergenciais diminuem.

Claro que algumas situações demandam a presença de um profissional especializado, mas, no dia a dia, é possível colocar em prática algumas dicas de prevenção. Confira a seguir.

Análise da correia

Como vimos, é através do intermédio da correia que o alternador utiliza a força do motor para transformar em energia.

Sendo assim, ainda que os problemas no alternador não estejam aparentes, é importante analisar o funcionamento da correia periodicamente.

Para isso, você precisa abrir o capô do carro e, com o motor desligado, verificar se não há folgas na correia – a peça deve ficar sempre bem tensionada.

Para acabar com qualquer eventual folga, é preciso soltar a porca da correia e puxá-la até que fique tensionada.

Além desse detalhe, durante a avaliação é importante verificar se a correia não apresenta desgastes fora do normal, como trincos ou rachaduras.

Utilização do Voltímetro

Em geral, a maior parte dos problemas no alternador são consequências da não geração de energia. Para não ser pego de surpresa, é interessante fazer a medição da carga utilizando o aparelho chamado voltímetro.

Para saber se o alternador está gerando energia elétrica suficiente, por exemplo, o teste com o voltímetro deve ser feito diretamente na bateria. 

Com o motor desligado, você deve conectar o aparelho à bateria do carro. Nesse momento, a carga mostrada deve ficar acima de 12 volts, indicando boas condições da bateria.

Depois disso, é preciso ligar o motor e manter a rotação de 2.000 rpm. Se o alternador estiver funcionando bem, a voltagem mostrada deve ficar entre 13 e 14,5 volts.

Qualquer número diferente pode ser consequência de problemas no alternador, sendo recomendável a ida até um profissional especializado para avaliar a necessidade de troca, ou não, da peça.

Enfim, por causa da grande utilização da parte elétrica do carro, é comum que em algum momento você tenha problemas e imprevistos relacionados ao alternador.

Além das dicas apresentadas, uma boa maneira de se prevenir é adotar a manutenção preventiva no seu veículo.

Sendo assim, a visita periódica ao seu mecânico diminui as chances de problemas no alternador e gastos com reposições emergenciais.

Lembre-se sempre: quanto melhor o trabalho prévio, mais tranquilo você roda no dia a dia.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário e confira outras dicas no nosso blog!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio