VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Quatro Rodas

Correia dentada: principais problemas e como prevenir!

A correia dentada é um equipamento essencial para o bom funcionamento de um motor automotivo e, quando danificada, pode representar um risco à integridade do seu carro

Sabemos que, tal como qualquer outra peça de um veículo, ela tem grande importância, mas você sabe realmente quais são as funções dessa peça e os sinais de que algo não vai bem com ela?

Está na hora de desvendarmos qual é o papel da correia dentada. Confira a seguir!

O que é uma correia dentada?

A correia dentada é um equipamento fundamental para o bom funcionamento de um carro. Ela pode se apresentar de duas formas:

Mas, independente do material, essa é uma peça que esconde as falhas que podem surgir devido ao constante atrito causado pela tração do motor.

Por conta disso, nem sempre uma análise visual é efetiva na hora de diagnosticar um problema.

Quando há o desgaste extremo dela, ao ponto de causar um rompimento, um verdadeiro estrago pode acontecer, sobretudo em relação ao funcionamento do motor. Portanto, é essencial estar atento.

Principais problemas na correia dentada

Quando a correia dentada sofre algum dano, alguns problemas podem acontecer, tais como:

Entortamento das válvulas

Quando ocorre este tipo de problema com as válvulas podemos perceber um maior consumo de combustível pelo veículo, assim como o nível do óleo descendo mais rápido e de forma atípica.

Furação na cabeça do pistão

O pistão é responsável por fazer a mistura do ar com o combustível. Quando as válvulas despejam uma quantidade inadequada de combustível no pistão, pode acabar superaquecendo a cabeça do pistão, que é a parte que mais gera calor, perfurando a peça

Estragos e danos ao motor

Por conta do mau funcionamento da correia dentada, as peças internas do motor podem se chocar de forma descontrolada, levando a quebras sequenciais que inviabilizam até mesmo o conserto.

Fique atento ao manual do veículo. Nele você conseguirá encontrar informações relevantes sobre a correia dentada e os cuidados necessários com essa peça.

Como prevenir problemas na correia dentada?

No manual do veículo é possível verificar a existência de instruções importantes a respeito da validade da correia dentada, que deve ser sempre substituída conforme as orientações do fabricante.

Sem as devidas trocas e reparos, é importante frisar que pode-se também perder a garantia do motor que muitos fabricantes fornecem.

Portanto, sempre que seu carro atingir 40 mil quilômetros, ou chegar aos 4 anos, é importante fazer a troca da peça.

Isso previne uma série de problemas que podem tirar seu carro por muitos dias das ruas, ou, no pior dos casos, para sempre, afetando de forma mais extensa o motor.

Se você acaba de comprar um carro usado para iniciar seus trabalhos com aplicativos, como a 99, é essencial fazer a substituição da correia ou corrente dentada.

Isso é uma medida preventiva que pode ser muito útil, dando segurança ao motorista de que qualquer comportamento diferente em relação ao veículo não se deve ao desgaste da correia ou mesmo à necessidade de troca imediata.

Qual a importância da correia dentada?

A correia dentada cumpre com uma função essencial no veículo: o controle do eixo de comando. É esse equipamento tão simples que faz com que as válvulas se abram em sincronia com os pistões que estão nos cilindros.

Deste modo, ela garante que a válvula não ficará travada no pistão enquanto ele comprime a mistura do motor.

Se um evento desse tipo acontece, o motor pode sofrer danos que envolvem a necessidade de retificá-lo. 

Troca ou manutenção?

Quando você notar que seu veículo está perdendo potência, ou mesmo que o motor está vibrando mais do que o normal, além do maior consumo de combustível, é hora de ver a correia dentada, ou corrente dentada.

Quando se trata de uma corrente dentada é possível fazer alguns pequenos consertos sem comprometer o veículo, mas, o problema é maior quando se trata de uma correia.

Isso acontece porque as reparações feitas em borracha podem não ser tão eficientes, deixando a peça muito mais fragilizada e, assim, tendendo à ruptura. 

Deste modo, é importante ficar sempre atento às demandas de manutenção para não ficarmos com o carro parado quando um problema mais específico ocorre.

Agora você já sabe quais são os principais problemas possíveis de acontecer com a correia dentada, além de conhecer algumas dicas essenciais para prevenir e cuidar melhor da peça.

Gostou do conteúdo? Confira outras dicas e informações acessando nosso blog!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio