VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Motorista App

7 dicas essenciais de primeiros socorros para motoristas

Quem trabalha como motorista já sabe: a vida no trânsito reserva muitas surpresas, mas nem sempre agradáveis. Estamos falando das possibilidades de acontecer um acidente com o seu carro ou, até mesmo, que você presencie uma situação como essa.

Você sabe o que fazer caso isso ocorra? Pense bem! Ter uma noção básica de como lidar com vítimas pode ser a diferença entre a vida e a morte, segundo o Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte (Icetran).

Há situações em que as pessoas podem até não parecer que estão feridas, mas se você não agir da forma correta — fazendo com que ela permaneça imóvel, por exemplo — isso pode trazer consequências graves. Você sabe como agir enquanto a ambulância não chega? Lembra-se de como deve fazer pra proteger a si mesmo e as vítimas nesse caso?

Os primeiros socorros para motoristas são essenciais se você ganha a vida no trânsito. Muitos desses conceitos são aprendidos nas aulas teóricas para obtenção da carteira de motorista. Mas nunca é demais relembrar algumas dessas dicas. Neste artigo, separamos sete questões que você tem que conhecer. Confira e ande em segurança!

1. Acalme-se, sinalize e chame a emergência

Se você está no trânsito, seja na cidade ou numa rodovia, e sofrer um acidente ou se for testemunha de uma situação como essa, o primeiro passo é, certamente, manter a calma. Pare o carro com cuidado, de preferência em local seguro. Analise rapidamente a situação pra verificar o que deve fazer em seguida.

É preciso sinalizar o lugar do acidente pra evitar que outros veículos acabem fazendo mais vítimas. Para isso, use o triângulo que está no seu porta-malas. Na estrada, também é possível usar galhos de árvores no asfalto pra avisar que há perigo na pista. Assim que terminar essa etapa, ligue para a emergência:

Nessa hora, é importante dizer com clareza onde você está, que tipo de acidente aconteceu, quantas vítimas estão no local, o estado delas e se há mais riscos, como uma explosão, por exemplo. Agora, é aguardar a ajuda profissional e seguir os próximos passos.

2. Mantenha as vítimas paradas enquanto o socorro não vem

É muito importante que as pessoas que sofreram o acidente não se movam, mesmo que acreditem estar bem. Isso porque muitas vezes pode ter ocorrido uma lesão na coluna ou no pescoço e, caso ela se mova, as chances de a situação se agravar são imensas.

Essa dica é ainda mais importante se a vítima estiver sentindo dores, membros paralisados ou formigamento nas mãos, nos pés, nas pernas e nos braços. Se a pessoa estiver inconsciente, vale a mesma regra. Você pode ajudar muito se colocar apoios dos dois lados da cabeça pra evitar que ela se mova. Além disso, não permita que se forme uma aglomeração em volta do lugar do acidente.

3. Converse com a vítima

Enquanto a ambulância não chega, a sensação que temos é que os minutos demoram horas pra passar. Nesse meio tempo, é possível que a vítima de um acidente comece a manifestar sinais de cansaço. Fique atento!

É preciso conversar com essa pessoa e mantê-la consciente até a chegada do socorro profissional. Para isso, você pode perguntar coisas simples, como o seu nome, a idade e onde ela mora, além de informações sobre familiares. Além de manter a vítima acordada, você ainda poderá ajudar os socorristas com essas informações.

4. Verifique a respiração do acidentado

Quando a vítima está inconsciente isso pode ser um pouco assustador, num primeiro momento. Mas lembre-se da nossa primeira dica: acalme-se! É importante que você respire fundo, mantenha a tranquilidade e se aproxime do acidentado pra verificar se ele está respirando.

Faça isso sem movimentar o seu corpo. Por exemplo: se perceber que o cinto de segurança o sufoca, apertando o pescoço, remova o equipamento com cuidado. Outra situação possível é que a cabeça da pessoa esteja caída para um dos lados. Você pode levantá-la com muita cautela, sem fazer força, para que a coluna fique o mais reta possível. Se for um motociclista, não retire o capacete!

5. Não ofereça comida ou bebida

Já vimos, até agora, que você não deve deixar que a vítima de um acidente se mova e nem pode tomar atitudes precipitadas caso ela esteja desacordada. Mas há coisas muito simples, que achamos ser inofensivas, mas que podem causar grandes problemas.

Uma delas é oferecer comida ou água para a pessoa acidentada. Mesmo que ela diga que tem muita sede, o ideal é que ela aguarde o socorro profissional. Isso porque, caso ela precise passar por uma cirurgia em seguida, deverá estar em jejum. Outro problema é que o acidente pode ter afetado as vias aéreas e o líquido pode fazê-la vomitar ou alcançar os pulmões.

6. Seja uma testemunha proativa

Se, em vez de participante, você for apenas assistir ao acidente, também deve seguir algumas dicas. A primeira delas é manter a sua própria segurança, não deixando o veículo parado no meio da pista, por exemplo. Caso ninguém tenha feito isso ainda, você pode sinalizar o local e verificar com frieza a situação: assim terá mais condições de ajudar os socorristas.

Ao telefonar pra pedir ajuda, dê ao atendente o máximo de informações que conseguir. Verifique quantas vítimas há no local, quais são as suas condições, se há pessoas presas nas ferragens, entre outras coisas.

7. Conheça a legislação

Todas essas dicas são muito importantes para quem trabalha como motorista, não só porque podem ajudar a salvar vidas, mas também pra evitar que você cometa uma infração.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, deixar de prestar socorro em casos de acidentes é infração gravíssima, com multa e perda de sete pontos na carteira de habilitação, além da suspensão do direito de dirigir.

Já pelo Código Penal, não ajudar as pessoas que se envolveram no acidente é crime. Você pode até ser preso, dependendo da capacidade que tinha de assistência no momento da ocorrência ou da gravidade da situação. A pena pode ser de um a seis meses de prisão, aumentando se a vítima morrer.

Viu como é importante saber os primeiros socorros para motoristas quando se trabalha no trânsito? Muitas vezes, trabalhando como motoristas, passamos por situações difíceis, mas que podem ser sanadas se tivermos tranquilidade e conhecimento!

Já passou por alguma situação como essa? Como fez para ajudar as vítimas de um acidente de trânsito? Deixe um comentário e divida a sua experiência conosco!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (1)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio
  • Eliesio Ferreira

    Bom diaNão houve gravidade alguma no acidente,irei ao ponto de apoio assim q houver tempoSem maisEliesio Ferreira

    Responder