VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Quatro Rodas

Como fazer o cálculo de combustível? Aprenda agora!

Os motoristas de aplicativo têm muitas vantagens no trabalho, mas isso não significa que eles não enfrentam suas próprias dificuldades — como em qualquer atividade profissional, aliás. Fazer o cálculo de combustível é uma delas.

Um dos maiores gastos de quem utiliza o carro diariamente é a gasolina. No entanto, entender como calcular esse consumo, ou seja, saber mais sobre os gastos do combustível, não é uma tarefa muito fácil.

Por isso, se você não quer deixar que isso afete seus ganhos, a melhor estratégia é entender como calcular gasolina e como economizá-la. 

Não sabe por onde começar? Então fique ligado neste passo a passo prático, que você pode aplicar imediatamente! Veja agora como fazer o cálculo de combustível!

Como fazer o cálculo de combustível?

Entender como fazer o cálculo de combustível é fundamental, ainda mais para quem usa o veículo como instrumento de trabalho, que é o caso dos motoristas de aplicativos.

Pois bem, então vamos ao método. Para você calcular o consumo de combustível basta dividir os quilômetros percorridos num dia  pela quantidade de litros utilizados Assim, você terá uma média de quanto o seu carro precisa de combustível para rodar X quilômetros.  

Portanto, para colocar o cálculo de combustível em prática, vá ao posto e encha o tanque, registre a quilometragem, e no fim do dia encha o tanque mais uma vez (use o mesmo posto para você ter uma margem melhor) e novamente registre a quilometragem.

Agora faça as contas, usando a  seguinte fórmula:

Quilometragem B – Quilometragem ÷ litros

A subtração dará a você os quilômetros percorridos desde o último abastecimento. 

4 dicas para economizar combustível

Bom, agora você já sabe como fazer o cálculo de combustível, mas e sobre como economizar cada vez mais esse consumo? Continue lendo e confira nossas dicas!

1. Verifique o combustível mais barato

Se você tem um carro flex, tire vantagem disso! Fique sempre de olho no preço da gasolina e do álcool e priorize o mais barato, você pode evitar um gasto de combustível.

Porém, muito cuidado: você não pode se basear simplesmente no preço por litro do combustível. É preciso levar em consideração que a maioria dos motores tem menor desempenho com o álcool. 

Ou seja, vai rodar menos com um litro de etanol do que com a mesma quantidade de gasolina.

Então, você precisa começar descobrindo quantos km/L seu carro faz com cada tipo de combustível. Para isso, você pode calcular ou usar o valor de referência informado no manual do automóvel.

Depois, é hora de verificar qual deles sai mais barato por km rodado.

2. Evite deixar o carro em ponto morto

Agora que você já abasteceu o seu automóvel, e sabe como fazer o cálculo de combustível, é hora de acabar com um hábito que é grande inimigo de quem busca economizar gasolina. 

Estamos falando sobre o “ponto morto”, a posição da alavanca do câmbio em que ele não fica em nenhuma marcha.

Muitos motoristas descem ladeira em ponto morto, achando que essa prática gasta menos combustível. Talvez isso funcionasse nos carros com carburador; mas não nos modelos atuais, com injeção eletrônica.

O que acontece é que, quando o torque do motor não está engatado na descida, o veículo continua injetando combustível, para manter o motor ligado. 

Na realidade, seria mais econômico deixar o câmbio engatado pois, dessa maneira, o automóvel pode identificar a situação e reduzir a injeção de gasolina. Ou seja, engatar não é um gasto de combustível.

Resumindo, então: confie no seu carro. Com as tecnologias atuais da indústria automobilística, pode ter certeza de que o próprio motor vai se adaptar a cada situação para economizar gasolina.

Além disso, não se esqueça de que dirigir em ponto morto é uma infração de trânsito. Você pode ser multado, perder sua CNH ou, até mesmo, perder o controle do carro e causar um acidente.

Você já sabe como fazer o cálculo de combustível, agora só falta seguir as boas práticas para economizar combustível no seu dia a dia. Por isso, esteja atento as dicas.

3. Começar a desligar o ar-condicionado nas subidas

No Brasil, este maravilhoso país tropical, até o inverno pode ser bem quente. Para você, motorista, o ar-condicionado se torna um acessório essencial, justamente para se proteger do calor excessivo e garantir uma experiência de viagem mais agradável aos passageiros.

O problema é que o ar-condicionado também é conhecido por reduzir a potência do carro. Isso acontece porque o motor a combustão aciona a correia que faz o compressor do ar trabalhar. 

Ou seja, o motor precisa fazer um esforço duplo: para mover o automóvel e para acionar a refrigeração, aumentando o seu gasto de combustível.

O efeito dessa “dupla jornada” é sentido de maneira diferente em um carro 1.0 e um 1.6, por exemplo. O primeiro vai sofrer mais, enquanto o segundo é capaz de manter a velocidade enquanto o ar está ligado.

Mesmo assim, na subida, é aconselhável desligar o ar. Afinal, todos os carros — 1.0 ou 1.6 — precisam de mais potência nessa hora.

Bom, mas qual é a relação de tudo isso com a sua vontade de economizar gasolina?

Acontece que, quanto menor a potência do carro, mais devagar ele roda. E, quanto mais devagar ele roda, mais gasolina ele gasta. Por isso, toda vez que você sobe uma ladeira com o ar-condicionado ligado, acaba gastando mais combustível do que seria necessário.

Não se preocupe, a fórmula de como fazer o cálculo de combustível já inclui tudo isso, uma vez que ele reflete exatamente nesse gasto de combustível. Por isso, evite subidas com o ar-condicionado ligado. 

Se você passa por uma subida apenas uma vez ou outra, tudo bem. Mas, sendo um motorista de aplicativo, com certeza isso vai acontecer várias vezes por dia com seus clientes. 

No final de um mês, ou até de uma semana, isso vai ter um impacto considerável no seu gasto de combustível.

Vale a pena comentar que essa mesma lógica se aplica à situação do carro preso em um engarrafamento. Você leva horas para rodar cinco quilômetros, o que mantém o motor ligado funcionando em baixa potência e, assim, lá se vai o combustível do seu tanque!

É por isso que, se você quiser fazer o combustível render, deve fugir de qualquer situação em que seja obrigado a rodar devagar.

4. Trocar as velas

As velas são um componente pequeno, mas com um grande impacto no consumo de combustível.

São elas que geram energia na câmara de combustão, para iniciar a queima da gasolina ou do álcool. Quando estão em más condições, a queima é irregular, o que faz com que seja injetado mais combustível do que o necessário. 

Em outras palavras? Preju pra você!

O segredo, então, é substituir as velas no momento certo, quando o veículo atingir as quilometragens indicadas pela montadora. Além disso, quando uma delas apresentar defeitos, todo o jogo deve ser trocado — sempre por peças originais, com as mesmas especificações.

Com os passos que você aprendeu hoje, já tem um bom ponto de partida para economizar gasolina. E isso vai refletir em um aumento nos seus lucros trabalhando com aplicativos para motoristas.

Mas não se esqueça de que essa não é a única forma de aumentar os ganhos. Quer conferir outras dicas exclusivas para motoristas? Confira outros conteúdos completos no nosso blog! 

Te esperamos lá =)

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (10)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio
  • Joaquim dos Santos Souza

    Bom dia muito bom assistência suas com seus parceiros estão sempre orientando da melhor forma possível para que a gente presta um serviço de qualidade nas minhas primeiras viagens eu tive problemas com a minha internet na qual ou na qual eu estou trocando para melhor atender os nossos clientes Por ora obrigado

    Responder

  • Eduardo Carvalho de Souza

    Tanto longas quanto curtas são boas, não tenho recusado.O problema é como comentários anteriores, somos acionados em distâncias longas para embarque e se percebemos que não vale a pena, somos penalizados.

    Responder

  • Valdemir

    Qui legal essas informações eu não tinha conhecimento, muitíssimo obrigada, apartir de agora vou trocar as vellas do meu carro e não colocar em ponto morto!!!

    Responder

  • Os app estão preocupados em dá dicas sobre de como devemos usar a gasolina/álcool ect... e esquecem que o problema não é esse. O problema é o custo elevado que temos com combustível e o preço dos app não acompanham essa oscilação.

    Responder

  • Deyson Dantas marinho

    Poderia aumentar a tarifa para passageiros

    Responder

  • Deyson Dantas marinho

    Poderia aumentar a tarifa das corridas

    Responder

  • Deyson Dantas marinho

    Poderia ter mais corridas

    Responder

  • JOSÉ AUGUSTO Martins

    Gostei das dicas para economia de combustíveis.Vou dar uma sugestão para vcs. Afinal somos PARCEIROS... criar um plano de incentivo para os passageiros passarem a nos avaliar, afinal todo mundo gosta de elogios, é nosso elogio são as estrelas é nossa média melhorando.Obrigado.

    Responder

  • Robson Augusto

    Muito boas estas dicas,fico muito feliz com a 99.

    Responder

  • Conheça as 5 principais tendências do mercado automotivo para 2018 - Vida de Motorista

    […] estão cada vez mais sustentáveis. A bola da vez são os combustíveis. Como você sabe, a gasolina é feita a partir do petróleo, que é um material […]

    Responder