VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Motorista App

Como estabelecer metas para aumentar ganhos trabalhando como motorista?

Quem trabalha como motorista tem a oportunidade de seguir um estilo de vida mais flexível e livre. Ao mesmo tempo, assume a responsabilidade total pelas suas finanças — isto é, o quanto você ganha no final do mês depende apenas de si mesmo.

É claro que todos nós queremos aumentar ganhos e, nisso, os motoristas têm a vantagem de controlar sua renda. Então, se você quiser ganhar mais, é preciso saber como estabelecer metas de trabalho.

O Vida de Motorista criou pra você um passo a passo para ter sucesso nesse processo. Está preparado? Então, vamos começar!

1º passo: entender a relação do trabalho com os ganhos

Como motorista, o quanto você ganha no final do mês é diretamente proporcional à sua produtividade no trabalho. Mas você precisa realmente entender essa relação. Para isso, existe um cálculo bem simples.

Primeiro, defina quanto você quer ganhar, em valor bruto, no final do mês. Digamos que a sua meta seja de R$ 3 mil, ok?

Depois, defina um valor mínimo de corrida, baseado na sua experiência como motorista. Vamos supor que, pelas suas observações, a maioria das corridas custa ao passageiro no mínimo R$ 30.

Então, divida um valor pelo outro. Dessa forma, você vai descobrir quantas corridas precisa fazer no mês pra atingir sua meta de ganho bruto. Nesse caso, o resultado será de cem corridas.

Não se esqueça de que esse número pode (e com certeza vai) variar pra menos. Afinal, você usou como parâmetro o valor mínimo das corridas.Porém, em vários momentos, você vai pegar clientes com corridas longas, custando muito mais do que isso.

Portanto, mesmo que a sua conta tenha resultado em um número de corridas mensal muito alto, não se desespere, pois essa é uma estimativa conservadora. E lembre-se: é melhor projetar um cenário negativo do que exagerar no otimismo.

2º passo: descontar seus custos

Espero que você tenha notado que, no passo anterior, falamos em valor bruto. Isso é muito importante, já que o valor de que você partiu não é aquele que vai cair na sua conta, líquido. Ainda falta descontar seus custos, para chegar ao verdadeiro lucro do seu trabalho.

Entre esses custos, você deve considerar:

E aqui vem o “pulo do gato”. Imagine que, depois de estimar e descontar esses custos, você chega a um ganho líquido de R$ 2.500 por mês. Ou seja, juntando as informações coletadas até aqui, você já sabe que precisará fazer cem corridas pra receber R$ 2.500 livres na sua conta.

Mas essa informação é apenas uma referência e você não precisa se prender a ela. Se esse valor está abaixo do que gostaria, você pode aumentar ganhos fazendo o caminho inverso ao que mostramos aqui. Para entender melhor, veja o caminho:

Agora é hora de colocar o último passo em prática.

3º passo: calcular as horas de trabalho diárias

Como nós já dissemos, trabalhar como motorista em um app de corridas é ótimo pra quem deseja ter mais flexibilidade. Você mesmo pode definir o quanto vai trabalhar e quando vai fazer isso, baseado no seu estilo de vida e expectativa de ganhos.

A sua expectativa de ganhos, você já definiu. Agora, a partir dela, vamos ver como estabelecer metas diárias de trabalho. Voltemos ao nosso exemplo em que, pra ganhar R$ 2.500, você precisa fazer cem corridas no mês.

Em seguida, você recorre mais uma vez à sua experiência. Digamos que já percebeu que uma corrida de R$ 15 dura, em média, 20 minutos. Portanto, no total, será preciso atingir uma meta de cerca de 34 horas de trabalho no mês.

Finalmente, você divide essas 34 horas nos dias em que pretende trabalhar. Se você prefere trabalhar apenas às sextas-feiras e sábados, poderá fazer cinco horas de trabalho nesses dias ao longo do mês para atingir sua meta.

Se você chegar ao final desse cálculo e perceber que ainda sobra mais tempo livre, ótimo! Significa que você pode fazer mais corridas do que projetou e vai aumentar ganhos proporcionalmente.

Se você chegar ao final desse cálculo e perceber que ainda sobra mais tempo livre, ótimo! Significa que você pode fazer um pouco mais de corridas do que projetou e vai aumentar ganhos proporcionalmente.

[Bônus] 4º passo: descobrir quanto vale cada hora de trabalho

Esse é, na verdade, um passo opcional. Para ter maior controle sobre os seus resultados financeiros e entender melhor como estabelecer metas eficientes, é importante saber quanto vale uma hora do seu trabalho.

O processo é um pouco mais complicado. Basicamente, é preciso:

Assim, imagine que você ganha R$ 30 por hora fazendo corridas, no mínimo. Seus custos totais do mês são de R$ 500 e você vai dividi-los por 60 horas de trabalho, chegando a um custo de R$ 8 por hora.

Nesse cenário, o valor líquido da sua hora de trabalho é de R$ 22. Nada mal, certo?

Agora você já sabe como estabelecer metas de trabalho e, principalmente, como usar essas informações pra aumentar ganhos na proporção que quiser.

Mas isso não é o suficiente para ter sucesso trabalhando como motorista com apps de transporte urbano. Se você quiser mais dicas para se dar bem nesse caminho como um verdadeiro profissional, acompanhe os outros conteúdos do Vida de Motorista!

E, antes de ir embora, a gente quer saber: como você faz pra controlar suas finanças trabalhando como motorista? Você tem alguma técnica diferente? Compartilhe suas dicas conosco e com a nossa comunidade de leitores e motoristas, deixando um comentário logo abaixo!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (3)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio
  • Uber, Cabify e 99: afinal, qual é a diferença para o motorista? - Vida de Motorista

    […] Não é possível apresentar um número exato, mas existem boas estimativas sobre a quantidade de pessoas atendidas por cada empresa de mobilidade urbana. Essa é uma informação importante pois, se você conseguir mais passageiros, poderá aumentar ganhos. […]

    Responder

  • GILVAN ALVES RODRIGUES

    Gostei muito muito obrigada pela dica vou me dedicar o máximo

    Responder

  • 6 situações em que vale a pena alugar um carro para trabalhar - Vida de Motorista

    […] você chegou até o nosso blog, provavelmente anda pesquisando sobre como ganhar uma boa grana como motorista de aplicativo, seja para começar na carreira ou turbinar os seus resultados. Mas se você não tem um […]

    Responder