VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
VIDA DE MOTORISTA
Quatro Rodas

Direção hidráulica ou elétrica? Qual é a melhor para você!

Graças ao avanço tecnológico, hoje o motorista não precisa se limitar à cor ou ao modelo na hora de comprar um novo carro. Outros fatores podem ser considerados, e um desses detalhes está justamente na direção hidráulica ou elétrica. 

À primeira vista esse tipo de escolha pode até parecer supérflua para alguns. Porém, a verdade é que optar corretamente pela melhor direção é uma forma de garantir que suas respectivas necessidades ao volante sejam atendidas no dia a dia.

Para um motorista de aplicativo, por exemplo, isso pode fazer muita diferença. Mas, antes de escolher certo você precisa conhecer as características de cada uma.

Pensando nisso, criamos este artigo explicando as principais vantagens e desvantagens da direção hidráulica e da direção elétrica. Boa leitura!

Direção hidráulica: o que é? 

A direção hidráulica funciona a partir da circulação de um óleo na caixa de direção, que é impulsionado por uma bomba hidráulica. Também conhecida como direção assistida, atualmente ela é o sistema mais comum nos carros que rodam no nosso país.

A simples lubrificação feita pelo óleo torna o manuseio do volante até 80% mais leve se comparado à direção mecânica.

Vantagens da direção hidráulica

Uma das maiores vantagens da direção hidráulica é a sua abrangência nos modelos dos carros. Como explicado, é o sistema mais utilizado atualmente no Brasil, então, ao escolher o seu novo carro, há grandes chances de ele contar com direção hidráulica.

Outro ponto importante é a alta sensibilidade que ela traz ao motorista. Graças à lubrificação do sistema, o condutor consegue sentir através do volante o tipo de pista na qual está trafegando, por exemplo:

Com isso há mais facilidade para prever qual será a resposta do veículo durante o trajeto – o que torna a viagem mais segura.

Além disso, aqui não há risco de panes elétricas ou semelhantes.  A não ser que seja um defeito na caixa de direção, o sistema hidráulico continuará funcionando independentemente do problema que se apresente.

Desvantagens da direção hidráulica

A principal desvantagem da direção hidráulica é a força que ela demanda do motor. Para que a bomba hidráulica funcione e faça o óleo circular é preciso que o motor trabalhe ainda mais, o que pode ocasionar uma perda de 1 a 3 cavalos de potência para o veículo.

Logicamente, esse esforço a mais resulta em maior consumo de combustível – não que seja uma grande diferença no momento, mas que acaba sendo sentida a longo prazo.

Por fim, direções hidráulicas exigem maior frequência de manutenção. É necessário acompanhar constantemente as condições de peças importantes para o sistema, por exemplo: 

Uma desvantagem da direção hidráulica é sua possível perda de potência no motor do veículo, o que não ocorre com a direção elétrica e, portanto, pode ser visto como um diferencial.

Direção elétrica: o que é? 

Apesar de não ser tão difundida quanto o sistema anterior, a direção elétrica não é um conceito novo, pois já é utilizada desde os anos 80. Aqui, tudo funciona a partir de um motor elétrico adicionado à caixa de direção.

Não há necessidade de nenhum tipo de óleo. Quando a ignição é ligada, um módulo eletrônico é acionado e envia um sinal para que o motor elétrico comece a agir.

A partir daí a direção vai ficando mais leve a cada rotação do motor principal.

Vantagens da direção elétrica

A grande vantagem da direção elétrica é justamente a solução da desvantagem para a hidráulica: não há perda de potência do motor. Isso porque o sistema elétrico não usa a força do veículo para funcionar, o motor na caixa de direção é independente.

Além de não forçar o motor, você é capaz de fazer uma economia de cerca de 5% de combustível – o que acaba gerando redução de custos.

A manutenção aqui, se feita por um especialista, também é menos trabalhosa. Não há necessidade de troca de óleo, por exemplo, apenas de análise no módulo e no motor elétrico.

Desvantagens da direção elétrica

Entre as desvantagens desse sistema podemos destacar o risco de pane elétrica e perda da direção leve. Não que o carro trave ou a direção fique descontrolada durante uma pane, mas há grandes chances de o volante ficar pesado, como o de um sistema mecânico.

Outra desvantagem é o preço de aquisição. Em geral, veículos equipados com sistemas elétricos costumam ser mais caros que os modelos com direção hidráulica.

Direção hidráulica ou elétrica: qual é a melhor?

Entendendo as características, vantagens e desvantagens de cada direção, a pergunta que fica é: direção hidráulica ou elétrica, qual das duas é a melhor para você?

Não é um questionamento simples de responder, mas é possível separar algumas preferências.

Por exemplo, se a ideia é um carro mais luxuoso, com diferenciais de fábrica, a direção elétrica é a mais recomendada. Ela “conversa” melhor com modelos acima dos populares.

Mas, se o intuito for contar com uma condução leve, porém com sistemas mais básicos dentro do carro, é melhor optar pelo convencional e utilizar a direção hidráulica.

No entanto, independentemente da sua preferência inicial, o ideal é dar uma volta e conhecer bem o automóvel antes da assinatura do contrato. 

Enfim, o fato é que tanto a direção hidráulica quanto a elétrica foram pensadas para trazer maior facilidade e segurança para os motoristas. Então, aproveite as vantagens que ambos os sistemas têm a oferecer e garanta uma rotina de viagens mais tranquila. 

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e acompanhe outros artigos como esse no nosso blog. Te esperamos lá!

Compartilhe nas Redes Sociais!

Vida de Motorista

Comentários (0)
* Nome é obrigatório
* E-mail deve ser válido
* Comentário não deve ser vazio